Dez presos são transferidos da Central de Flagrantes para Casa de Custódia

(Crédito: Dulce Melo/Radio Gazeta)

(Crédito: Dulce Melo/Rádio Gazeta)

Da Redação
Voz das Comunidades Alagoas

Após afirmar que não iria receber mais nenhum preso vindo de outras delegacias, a gerência da Casa de Custódia foi autorizada pelo Juiz da Vara de Execuções Penais, Braga Neto, no início da tarde desta segunda-feira (29), realizar transferências para o sistema prisional com intenção de desafogar a unidade prisional.

De acordo com Alexandre Barbosa, gerente da Casa de Custódia de Maceió, por volta das 14h quinze, presos foram transferidos para o sistema prisional. Durante a tarde, a direção foi informada que devem chegar dez presos vindos da Central de Flagrantes de Maceió e um vindo da Delegacia da Barra de Santo Antonio.

Dentre os dez presos que aos poucos estão sendo transferidos está o acusado de matar o Policial Militar baiano identificado como Diogo Melro Alencar, que foi preso por guarnições da Operação de Policiamento Litorânea (Oplit), sob comando do delegado-geral Carlos Reis.

Ainda segundo o gerente, Alexandre Barbosa, não há mais previsão de transferências da Casa de Custódia para o sistema prisional e a situação de superlotação pode aparecer novamente durante a noite e madrugada.

Comentários Facebook

comentários

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top