EXCLUSIVO: Durante recolhimento de cães mortos, CB encontra outros sete em estado de decomposição

(Crédito: Reprodução)

(Crédito: Reprodução)

Gustavo Lopes e Daniel Paulino
Voz das Comunidades Alagoas

Atualizada em 07/03/2015 às 12:37

Após realizar diversos apelos aos órgãos públicos em busca de que os corpos dos nove animais mortos fossem resgatados, a empresa Viva Ambiental foi até a local na tarde desta sexta-feira (06), para realizar a retirada dos animais junto com a equipe do Corpo de Bombeiros que deram suporte na retirada dos animais já que a área e de difícil acesso.

Em entrevista exclusiva ao Portal Voz das Comunidades Alagoas, a Coordenadora da ONG ‘Acãochego’, Nadja Cerqueira, afirmou que o número de animais mortos subiu de 9 para 16 cães que encontravam-se na região de Preservação Ambiental Permanente (PAP), no conjunto José Tenório, no bairro da Serraria.

De acordo com Nadja, não foi possível identificar a raça de todos os animais já que estavam em avançado estado de decomposição dentro de sacolas plásticas, mais ainda segundo a protetora, o último animal que foi encontrado pelos bombeiros tratava-se de cachorro da raça Pit Bull e já estava em processo de dessecamento. ‘‘Não tive estrutura psicológica para ver toda a situação junto com os bombeiros que deram todo o apoio com os profissionais da Viva Ambiental”, comentou Nadja.

Nadja afirmou ainda que tem quase certeza que a caçamba que jogou três animais vivos no mesmo local tenha ligação com os demais corpos que foram encontrados. O Portal Voz das Comunidades Alagoas também mostrou com exclusividade através de um vídeo o momento em que o motorista da caçamba saiu de ré da rua onde foram encontrados os animais. ”Não tenho dúvidas que tenha certa ligação com o motorista da caçamba que jogou os três animais vivos aqui”, afirmou.

”Espero que realmente esse criminoso tenha uma severa punição porque sem punição da mesma forma que ele matou animais ele pode matar idosos, crianças e demais pessoas e a pergunta que eu faço é “onde iremos parar com tanta violência contra os animais indefesos?”, questionou.

Em contato por telefone com a presidente da Comissão do Meio Ambiente e do Bem Estar Animal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-AL), Cristiane Leite, ela informou que já se sabe quem é o responsável pela matança de animais e onde a pessoa reside. ”Já estamos cientes desse caso e falta até palavras para definir como me sinto em uma situação como essa, mas irei enviar na próxima segunda-feira (09), uma representação à delegada Talita de Aquino, que é responsável por crimes envolvendo animais, para que esta pessoa seja chamada na delegacia para prestar esclarecimentos sobre o acontecimento porque isso não pode ficar sem punição”, relatou.

Questionada se haveria alguma ligação com o caso Neafa, Cristiane Leite negou. ”De forma nenhuma, esse caso não tem nenhuma ligação nem com o Neafa nem com nenhum dos últimos casos envolvendo animais em Maceió”, afirmou.

”Espero que com essas imagens do caminhão que jogou os três animais vivos na região onde os outros 16 foram encontrados sirvam como provas, pois se o proprietário vendeu o caminhão e não mudou o nome na documentação ele será responsabilizado e queremos encontrar pra quem ele vendeu esse veículo.”

Questionada sobre de onde está vindo esse animais, Cristiane disse que não sabe. ”É um caso que trás à tona muitas duvidas, “Será uma ONG? Será alguém que se diz protetor dos animais e está matando porque não tem condições de cuidar ou condições financeiras?”. Infelizmente, só a polícia poderá esclarecer essas perguntas’’.

Também através de nota, a Comissão do Meio Ambiente e do Bem Estar Animal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-AL) manifestou repudio ao acontecimento.

Confira na íntegra:

“A Comissão do Meio Ambiente e Bem-Estar Animal da OAB/AL, por sua presidente, que está em viagem de trabalho, vem manifestar seu pesar por mais um caso gravíssimo de maus-tratos a animais em nossa Capital.

A necessidade de conscientização de boa parte da população quanto a animais serem vidas tuteladas pelo Estado e que devemos respeitá-las é um grande desafio em que apelamos que nos ajudem nesta causa e COMBATAM A VIOLÊNCIA, A CRUELDADE. Maltratar animal é CRIME e o(s) responsável(eis) devem ser punidos.

Como soubemos que há uma filmagem em que detecta um carro jogando os animais, cobraremos ainda com mais rigor e celeridade a apuração devida pelas autoridades competentes para punição do(s) culpado(s).’’

Confira o vídeo obtido com exclusividade pela nossa equipe:


Para enviar sua denúncia, acionar nossa equipe ou entrar em contato conosco basta enviar um e-mail para jornalvozdascomunidadesalagoas@gmail.com

Comentários Facebook

comentários

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top