Polícia Civil prende homem acusado de 16 homicídios, tráfico e roubo em Paripueira

Assessoria
PC-AL

Policiais civis das delegacias de Paripueira e do Pilar, comandados pelo delegado Manoel Wanderley, prenderam na manhã desta sexta-feira (5) o jovem Wilson dos Santos Correia, de 26 anos, conhecido como “Júnior Pirobão”, acusado de pelo menos 16 assassinatos, além de responder por tráfico de drogas, roubo e tentativas de homicídio.

De acordo com o policial Roberto Nascimento, chefe de operações da delegacia de Paripueira, ele estava escondido em um barraco de lona, em um acampamento de sem-teto, localizado em uma mata no município de Paripueira e não reagiu. “Júnior Pirobão” tinha dois mandados de prisão expedidos pelo juiz Sandro Augusto, da Comarca do Pilar. Atualmente, cumpria pena em regime semiaberto, depois de ser liberado do sistema prisional em abril deste ano.

Apontado como integrante de um grupo responsável por dezenas de assassinatos na região do Pilar, o traficante é tido também como braço direito do também traficante Carlos Alberto da Silva Júnior, conhecido como “Júnior PCC” ou “Júnior Capoeira”, preso em 2010, mas que comandava a sua quadrilha de dentro do presídio.

“Júnior PCC” chegou a ser liberado sistema prisional por engano, sendo recapturado recentemente no estado de Pernambuco.
A lista de crimes atribuídos a Wilson dos Santos Correia é extensa. Somente este ano, ele teria participado de oito homicídios no município do Pilar, junto com outros integrantes do grupo criminoso, entre eles John Aldo Alves e os jovens identificados como Wellington, Kel e o próprio “Júnior PCC”.

Entre as vítimas do grupo estão Daniel Batista de Oliveira, José Flávio Freire da Silva Filho, José Roberto dos Santos, Carlos Humberto Ferreira da Silva – conhecido como “Goiabinha”, Eliezer de Oliveira Sobral – o “Pequeno”, Cosme Gomes dos Santos, Tayná da Paz Silva e Diego Luiz de França.

Diversos roubos também fazem parte dos crimes cometidos por Wilson, inclusive contra comerciantes do Pilar. Em julho deste ano, em companhia de “Júnior PCC” e Wellington, ele invadiu a casa do comerciante Cícero Costa Barros e conseguiu roubar R$ 2 mil. O grupo de “Júnior Pirobão” é apontado ainda como responsável por um roubo à agência da Caixa Econômica no Pilar.

Comentários Facebook

comentários

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top