Jovem de 38 anos morre baleada na porta de casa enquanto conversava com vizinhos

Vanessa chegou a ser socorrida por policias da UPP Alemão, mas não resistiu aos ferimentos

Com apenas 38 anos de idade, a jovem Vanessa Aparecida Abcassis foi baleada na tarde desta quinta (19) durante uma intensa troca de tiros no Morro do Alemão, no Complexo. A vitima estava no portão de casa conversando com vizinhos, quando foi supreendida com uma bala perdida que atingiu sua barriga. Ela foi rapidamente levada por policiais da UPP Alemão para a UPA (Uunidade de Pronto Atendimento) da Estrada do Itararé, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade.

Já somam 78 dias com tiros no Complexo do Alemão, ou seja, não teve um dia deste ano de 2015 em que não ouvimos o barulho da guerra.  Somando a morte de Vanessa Aparecida, chega em 17 o número de moradores baleados, sendo 6 mortos; 9 policiais militares baleados e 1 morto.

Após a morte de Vanessa, nas redes sociais, moradores alertavam a continuidade de tiroteio em diversas partes do conjunto de favelas do Alemão.  

2014 foi o ano mais violento no Com plexo do Alemão desde a ocupação da polícia em 2010

Desde o início do ano de 2014 cerca de 27 moradores foram baleados nas favelas do Alemão, dentre elas, treze ficaram feridas, atendidas em hospitais, pontos médicos e liberadas em seguidas, e quatorze delas morreram.

manifestacoes_no_alemao

Somente no início do mês de outubro doze pessoas foram baleadas nas favelas do alemão. Das doze pessoas, três morreram, duas foram encontradas mortas em uma rua na fazendinha, e um, morto em um roteio na comunidade da sabino. Das doze vítimas, nove sobreviveram aos tiros, três policiais militares, e seis moradores da comunidade. Dos seis, quatro delas foram baleadas na mesma noite dentro da ocupação da antiga Fábrica de Plástico Tuffy Habib. A antiga fábrica é ocupada por populares desde março desse ano, cerca de duas mil pessoas vivem no local.

moradores_mortos_e_feridos_grafico

A violência aterrorizou os moradores do Alemão, residências permaneciam fechadas, lojas e casas com placas de “vende-se”, o complexo do alemão era palco de uma das maiores guerras sendo televisionada mundialmente, o clima de tensão permanecia no dia a dia dos moradores.

O terror atingiram a todos, Militares, moradores, comerciantes e visitantes. Só em 2014, 46 Policiais Militares foram baleados em ação no alemão. Destes, três foram mortos e dezenove feridos.

grafico_dos_policias_mortos

Comentários Facebook

comentários

One Comment;

  1. Pingback: Moradores do Alemão pedem paz em meio à guerra - Boa Informação

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top