Motorista morto com vereadora no centro do Rio era morador do Alemão

O motorista foi assassinado dentro do carro com a vereadora Marielle Franco (PSOL)

Anderson Pedro Gomes, de 39 anos, que trabalhava para a vereadora Marielle Franco (PSOL), era visto como “um pai muito amoroso” e “um marido maravilhoso” por sua família. A viúva dele, Ágatha Arnaus Reis, 27 anos, afirmou, em entrevista ao “Bom Dia Rio”, da TV Globo, que ainda está sendo difícil aceitar o que aconteceu. Segundo informações, Anderson nasceu e morou na comunidade da Fazendinha, interior do Complexo do Alemão. Anderson fazia bico de motorista com a vereadora, para sustentar a família, segundo conta a esposa Ágatha Arnaus Reis.

O motorista foi atingido por pelo menos três tiros na lateral das costas, enquanto Marielle foi assassinada com cinco tiros na cabeça. Nenhum pertence foi levado. A principal linha de investigação é de execução. Ele deixa um filho e uma esposa.

Um ato em homenagem ao motorista e a vereadora será está sendo realizado neste momento na câmara dos vereadores no centro do Rio.

Comentários Facebook

comentários

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top