Bibliotecas públicas do Rio de Janeiro recebem apoio do Programa IBERBIBLIOTECAS

Iniciativa consiste numa rede ibero-americana de cooperação que procura consolidar as bibliotecas como espaços de livre aceso à informação e à leitura

O Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas do Rio de Janeiro, órgão da Superintendência da Leitura e do Conhecimento da Secretaria de Estado de Cultura, foi premiado com o projeto “Dinamização de Bibliotecas Públicas com a formação de Agentes Culturais” no Edital de Apoio às Bibliotecas Públicas lançado em 2013 pelo Programa IBERBIBLIOTECAS. Foram 143 inscritos e 105 habilitados, mas apenas sete os ganhadores. Do Brasil foram inscritos 28 projetos, sendo que 22 foram habilitados na primeira fase, mas somente o SEB/SEC foi contemplado na fase final. Os outros contemplados foram quatro projetos da Colombia e dois do México.

O programa  Ibero-americano de Bibliotecas Públicas , IBERBIBLIOTECAS, é uma iniciativa dos Chefes de Estado e Governos de Iberoamérica e consiste numa rede ibero-americana de cooperação que procura consolidar as bibliotecas como espaços de livre aceso à informação e à leitura, trabalhando para a inclusão social e contribuindo para a educação e o desenvolvimento dos seus países membros. Este programa é liderado pela Secretaria Geral Ibero-americana (SEGIB) e tem a coordenação do Centro Regional para o Fomento do Livro na América Latina e no Caribe (CERLALC). O Fundo de Ajudas do Programa opera através de um sistema de cooperação multilateral, no qual os países aportam recursos e podem participar em iniciativas e convocações que buscam melhorar as bibliotecas públicas. Suas sete linhas de ação prioritárias têm como objetivo dar cobertura a uma ampla variedade de projetos e atividades.

O projeto “Dinamização de Bibliotecas Públicas com a formação de Agentes Culturais” tem como objetivo formar Agentes Culturais para a dinamização dos espaços das Bibliotecas Públicas participantes do cadastro do SEB, através de cursos de capacitação para os profissionais que atuam nessas bibliotecas.  Sendo assim, o projeto vai dar subsídios para o aperfeiçoamento do quadro funcional das Bibliotecas Públicas, fazendo acompanhamento e monitoramento na elaboração de projetos educativo-culturais, tais como hora do conto, recontando sua história através da oralidade, e assim estimulando a produção cultural local. A Secretaria de Estado de Cultura tem seis meses para a realização do projeto, que vai receber apoio financeiro no valor de U$ 21 mil.

Segundo Vera Saboya, Superintendente da Leitura e do Conhecimento, o apoio financeiro é muito importante. “Mas o reconhecimento da relevância do nosso projeto por uma rede ibero-americana de leitura é muito gratificante. Mostra que estamos no caminho certo.”

Colaboraçã de Carmen Pereira

Comentários Facebook

comentários

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top