Tiro, porrada e bomba no cinema Odeon

Odeon BR e Cinemão apresentam: Sessão Carta Branca – “Tiro, porrada e bomba”

O Cinema Odeon Petrobras vai exibir filmes que fazem um retrato atual do Rio de Janeiro, das manifestações, comunidades, UPPs, mega eventos, violações dos direitos.

Recentemente a RioFilmes fez um anuncio afirmando que os cariocas querem ver filmes de ação. Pois bem! A curadoria do Cinemão preparou uma sequência de filmes que é pura adrenalina.

A primeira sessão ” Tiro, porrada e bomba” esta imperdível !!! dia 02/04, 21h, Cinema Odeon Petrobras.

O prefeito tá chegando (Dir. Cid César Augusto) – 15 minutos (inédito)
Rio cidade olimpica (Dir. Claudio Felicio) 7minutos
Doutor Magarinos, advogado do morro (Dir. Ludmila Curi) – 23 minutos (inédito)
Domínio público (Dir. Fautos Mota, Raoni Vidal e Henrique Ligeiro ) – 17 minutos
Proibidão (Dir. Ludmila Curi / Guilherme Arruda) – 13 minutos
Ritmos de resistência (Dir. Patrick Ganja) 26 minutos
“UPP não é projeto de segurança” ( Dir. Cid César Augusto) – 6 minutos (inédito)

O prefeito tá chegando
sinopse : Irmã Fátima é lider comunitária. Eduardo Paes é prefeito. Eles se encontraram na Estradinha.

Rio cidade olimpica
sinopse: Com uma linguagem decalcada dos noticiários da extinta Agência Nacional, o filme é uma falsa propaganda – nem tão enganosa assim – dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro de 2016.

Doutor Magarinos, advogado do morro
sinopse: o filme resgata a história do advogado Magarinos Torres, personagem central na resistência contra as remoções de favelas promovidas pelo governo nos anos 1950 e 1960.

Dominio Publico
sinopse: Bilhões estão sendo investidos no Brasil, principalmente no Rio de Janeiro, visando a Copa e as Olímpiadas.

Proibidão
sinopse: A partir da história do MC Smith, jovem morador do Complexo da Penha, na Zona Norte do Rio, o filme busca entender o fenômeno do funk proibido, sua origem e sucesso.

Ritmos de Resistência
Sinopse – Um olhar sobre as UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora) através da percepção de artistas sobreviventes do caos carioca, que se “encontram” quando cantam em liberdade.

“UPP não é projeto de segurança”
sinopse: Em 2013 moradores de diversas comunidades fizeram um ato político na Central do Brasil. Eles denunciam as violações de direitos praticadas pelo Estado.

Evento: https://www.facebook.com/events/233961400125081/?ref_dashboard_filter=upcoming

Comentários Facebook

comentários

Autor

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top