Tensão: 4 jovens são baleados no Alemão em um mês

onibus_voltando_por_causa_de_protesto_na_av_itaoca

Pelo menos dois jovens foram baleados em menos de 24 horas no conjunto de favelas do Alemão. Na Praça do Terço, um jovem foi baleado e morto, após uma troca de tiros no local conhecido como “Beco da Padaria” na Nova Brasília. Marcus Vinícius Heleno tinha 17 anos e foi atingido na tarde do último sábado de setembro, dia 27, e ainda segundo os moradores, o jovem ficou vivo agonizando por pelo menos uma hora devido a demora do o resgate. Segundo a família, que chegou rapidamente no local, a ambulância demorou e eles foram impedidos pelos policiais militares da UPP NOVA BRASÍLIA de fazer levar num carro particular. Mais tarde, o jovem chegou a ser socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento, a UPA da região, mas não resistiu aos ferimentos.

Na noite de domingo, 28, outro jovem foi baleado na região conhecida como “beco do pqd” no Morro do Alemão. Wesley Rodrigues de 15 anos, foi baleado na perna e levado pelos policiais da UPP ALEMÃO para a UPA DO ALEMÃO na Estrada do Itararé e logo em seguida, transferido para o Hospital Estadual Getulio Vargas, na Penha. Wesley Rodrigues foi baleado na perna enquanto estava a caminho de casa, após sair de uma casa de jogos.

PROTESTO
Após o enterro do jovem Marcus Helleno, baleado e morto na favela da Nova Brasília, um grupo de 50 pessoas fizeram um protesto em repúdio à sua morte. Fecharam as principais vias de acesso à comunidade. Na Estrada do Itararé e na Avenida Itaóca, os veículos davam meia volta e evitavam passar no local. As creches e escolas liberaram seus alunos mais cedo, conforme os pais iam buscar. O protesto durou cerca de 40 minutos e até homens do batalhão de choque chegaram a dispersar a multidão com bombas de gás lacrimogênio e spray de pimenta.

image
Em nota, sobre o socorro do jovem Marcus, a assessoria de comunicação da Coordenadoria de Policia Pacificadora (CPP) Informou que: “O procedimento feito pelos militares foi padrão, o correto é a polícia não socorrer, pois qualquer agravamento ocorrido no momento do socorro, poderá cair na responsabilidade dos mesmo que o socorreu. O socorro cabe aos profissionais da Saúde, como bombeiros e enfermeiros do SAMU, portanto os Policiais Militares agiram corretamente..”
image

Com estes, soma-se 4 jovens baleados em menos de um mês, só na região do Complexo do Alemão. Destes, 2 morreram. Quinta-feira (11 de setembro) Rian Dias da Rocha, 20 anos, foi baleado ao passar de moto no loteamento da Nova Brasília. Sábado (20 de setembro), um jovem conhecido como “Loirão” foi baleado e morto também na Nova Brasília, ele chegou a ser levado para o UPA mas não resistiu.

Nesse último sábado (27) foi o jovem Marcus Vinícius Helleno de 17 anos, baleado no beco da Padaria na Praça do terço. Domingo (28), na região conhecida como “Avenida Central”, o adolescente Wesley Rodrigues, 15, foi baleado na perna ao sair de uma casa de games.

Comentários Facebook

comentários

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top