Semana da diversidade sexual na Maré terá seminário e parada gay

O gupo Conexão G, em parceria com o Observatório de Favelas, promove semana de atividades com foco na reflexão sobre a homossexualidade em favelas

Semana da Diversidade Sexual da Maré

A partir do próximo dia 1º de setembro, o Complexo da Maré receberá a Semana da Diversidade Sexual, uma série de atividades que buscam à promoção da saúde e dos Direitos Humanos na comunidade. Oficinas de instrumentalização para profissionais de saúde, prêmio “Direitos Humanos, Cultura e Cidadania LGBT Atila Ramalho”, feira de saúde Maré Saudável, e outras atividades integram o projeto, que encerra no dia 07/09, com a uma grande carreata LGBT.

O objetivo é mobilizar, dialogar, articular e provocar o debate sobre as diversas formas de preconceito e a incidência do vírus HIV. O evento é organizado pelo Grupo Conexão G, em parceria com a CAP 3.1, Luta Pela Paz, Observatório de Favelas, Redes de Desenvolvimento da Maré e FASE.

Segundo Gilmar Cunha, coordenador do Grupo Conexão G, “O tema da nossa semana da diversidade é “A favela respeita a cidadania da população Lésbica, Gay, Bissexual, Travestis e Transexual”, percebemos o descaso que existe com essa população, considerando que a mesma vive invisível nas pautas governamentais e de outras organizações”. Para Gilmar, A iniciativa se mostra necessária e visa estimular o respeito à orientação sexual de cada um. “Precisamos olhar com mais carinho e respeito para esse público que vive à margem da sociedade. A população LGBT das favelas precisa ser respeitada”.

O Grupo Conexão G é uma organização da sociedade civil, fundada em março de 2006, originada de um grupo de jovens que resolveu realizar ações de reflexões sobre a homossexualidade em favelas. A trajetória desse coletivo é caracterizada por um interesse comum de trabalhar com a minimização dos preconceitos vivida por este segmento, de forma integrada e abrangente. O projeto, com foco na Maré, tem como objetivo desenvolver ações de longo prazo para a minimização dos preconceitos e de outras formas de violência.

Serviço – Programação da Semana da Diversidade Sexual da Maré

Data: 01/09 

Seminário de abertura da Semana da Diversidade Sexual na Maré

Mesa abertura: Gilmara Cunha (Conexão G), Mauro Lima (Conexão G), Claudio Nascimento, Julio Moreira (Gai), Eliana Souza (Redes da Maré), Marcela Soares, Raquel Willadino (Observatório de Favelas), Viviane Carmem, Cintia Souza e Denise Pires.
Lançamento da Cartilha da população LGBT das Favelas

Debate: Direitos Humanos, cultura e o Acesso a Saúde.
Mesa: Julio Moreira (Gai), Murilo Peixoto da Mota (UFRJ), Mauro Lima (Conexão G)
Mediadora: Gilmara Cunha (Conexão G)

Local: Centro de Arte da Maré, Rua Bittencourt Sampaio, 181 – Nova Holanda (próximo à Avenida Brasil)
Horário: 19h

Data: 02, 03 e 04/09

Oficinas nas Unidades de Saúde:
Oficina de instrumentalização. Tema: Universalizando o SUS, onde população LGBT favela está dentro desta pasta?
Expositores: Gilmara Cunha e Mauro Lima

02/09 – Samora Machel
03/09 – Parque União
04/09 – Nova Holanda
Local: Unidades de Saúde: Samora Machel (02/09), Parque União (03/09) e Nova Holanda (04/09)
Horário: 14h

Data: 07/09

3ª Feira de Saúde Maré Saudável

7h às 8h: Café da manhã (montagem das barracas)
10h: Abertura: Gilmar Cunha (Grupo Conexão G)
10h15: Representante da Rede de Comunidade Saudável
10h30: Representant do Fórum ONG AIDS
10h45: Apresentação Cultural e início dos serviços oferecidos pela Feira.
– Serviços de ação social (orientação para retirada de documentos, regularização do processo de inserção em escolas para a população, encaminhamentos de denúncias de violência por orientação sexual e homofobia entre outros)
– Serviços de Assistência (stand do Centro de Referência para a População LGBT e de Divulgação de demais serviços de referência para a população moradora de favelas)
– Apresentações dos trabalhos e serviços ofertados pelas organizações comunitárias acerca da promoção da saúde (com stands das organizações sociais locais e das organizações governamentais, como as escolas, postos de saúde e dos equipamentos culturais).
11h: Apresentação cultural
12h: Almoço
13h30: UBS Nova Holanda
14h: UBS Helio Smit
14h30: UBS Parque União
15h: UBS Vila do João
15h30: Clinica da Familia
16h: Coffe Break de encerramento

Local: Rua Teixeira Ribeiro, próximo ao Observatório de Favelas
Horário: Das 9h às 16h

Carreata da Parada LGBT

Local: Saindo da Praça do Parque União
Horário: 17h (Concentração)

image

Assessoria de imprensa – Observatório de Favelas:
RPM Comunicação
Érica Avelar – erica@rpmcom.com.br – (21) 3478-7437 / 98272-2337
Marina Avellar – marina@rpmcom.com.br – (21) 3478-7414/ 98272-2335

Comentários Facebook

comentários

Autor

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top