Estimulando a educação na comunidade

A organização Educap é referência na educação, saúde, empregabilidade, lazer e direitos humanos

A história do Educap (Espaço Democrático de União, Convivência, Aprendizagem e Prevenção) se une com a de sua fundadora, Lúcia Cabral, 47. Lúcia é paraibana, da cidade de Itaperoá, mas mudou-se para o Rio de Janeiro quando ainda era bebê. Seus pais deixaram a região Nordeste em busca de melhorias de vida na capital carioca. No Rio, vieram morar no Complexo do Alemão. Seu pai, José Gabriel, tinha o sonho de vê-la professora, mas ela ia além: sonhava em ter uma escola.

Lúcia uniu-se aos jovens que já trabalhavam nos projetos de saúde. Juntos pensaram em um espaço democrático. Foi quando surgiu o Educap, no dia 08 de março de 2008. Inicialmente a sede do projeto era a sala de sua casa. Em um segundo momento, a sede mudou para a Rua Canitar, no33, em Inhaúma, porém, o espaço foi perdido e a ONG voltou para a sala de Lúcia. Em 2009, um canteiro de obras localizado no Campo do Sargento foi disponibilizado por uma empresa de construção civil e tornou-se o novo endereço do Educap.

O lugar recebeu uma visita da Em- baixada Britânica, que estava em busca de uma instituição onde pudesse realizar uma feira de saúde, ocasionando em uma das maiores parcerias da instituição. A partir de parceiros como a Kibon, Planeta Container, GE, Casa & Vídeo e Harvesng, uma força tarefa foi criada para montar uma nova sede, inaugurada no dia 10 de março de 2012, no Campo do Sargento. Até hoje o Educap é uma das instituições de maior atuação no Alemão e redondezas.

Lúcia explica melhor como funciona a ONG: “Somos uma organização de base comunitária, que tem como missão o desenvolvimento de ações vinculadas aos direitos humanos e defesa da cidadania na comunidade, especialmente no que diz respeito à educação e à saúde. Nossa atuação está voltada para o auxílio de crianças, adolescentes e jovens adultos”, enfatiza.

A moradora do Morro dos Mineiros, Kelly Gregório, 32, é facilitadora do projeto RAP da Saúde, que é uma rede de jovens e adolescentes pro-motores da saúde. Ela faz esse trabalho há 3 anos e conta que veio para o Educap porque as unidades de saúde não tinham espaço para o projeto. “Os jovens que participam do projeto são conscientes, andam com seus documentos, pensam muito na saúde, nas doenças sexualmente transmissíveis, correm atrás do que querem e andam prevenidos. Isso é essencial para a formação dos cidadãos”, declara Kelly.

A professora de Geografia, Vivian Fernandes, 28, é parceira do Educap desde 2013 e declara que esse é um espaço necessário para atender os moradores, dando acesso à informação e trazendo conhecimento. “Dou aula para jovens e adultos. Esse espaço é muito importante para a comunidade”, afirma.

Nesse ano o Educap está disponibilizando cursos de informática, inglês, reforço escolar, capoeira, futebol e outros. Para se inscrever nos cursos basta ir local.


Rua Canitar – Campo do Sargento s/n Telefone: 21 969047612 / 988323246 Informações pelo site: www.educap.org.br

Por: Luana Melo

Comentários Facebook

comentários

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top