Estudantes do Acre visitam o Complexo do Alemão

O Projeto Bom Fruto Turismo traz visitantes ao Complexo do Alemão. O programa é uma iniciativa do Centro Social Ceinha Rocha, da Comunidade do Adeus, em parceria com o SEBRAE-RJ e com apoio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC-SOCIAL).  O passeio ocorreu na última quarta-feira (9) e os turistas foram cinco jovens estudantes da Universidade Federal do Acre (UFAC), que vieram ao Rio de Janeiro por intermédio SEBRAE/AC. Além dos alunos, a visitação, que passou por algumas das 14 comunidades, contou com a participação do professor da UFAC, João Alencar, das representantes do SEBRAE/AC, Joelma Silva e do SEBRAE/RJ, Carla Teixeira.

A visita-guiada teve o acompanhamento da idealizadora do projeto e presidente do Centro Social Ceinha Rocha, Nilcéia Conceição (Ceinha) e da Coordenadora de Captação de Recursos do Projeto Bom Fruto, Mariluce Souza, além das técnicas em Desenvolvimento Sustentável do PAC-SOCIAL, Diene Silva e Marílene Teixeira, que participaram com o intuito de monitorar e auxiliar as guias-turistas.

Foram quatro horas de programação e contou com caminhada nas ladeiras e escadarias da comunidade, trilha na Serra da Misericórdia, visita à Sede da Central Única das Favelas (CUFA), ao qual conheceram diversos trabalhos de grafiteiros e almoço com os moradores da Comunidade das Palmeiras. Ao final, os turistas fizeram um passeio de Teleférico e puderam participar de uma apresentação cultural, na Estação do Alemão, com o grupo de Capoeira Martins do Mestre Juarez; conheceram, também, alguns dos trabalhos artesanais das moradoras da comunidade que, empolgadamente, mostraram seus bordados em tecidos.

Para a coordenadora, Mariluce Souza, seu primeiro trabalho como guia – turística foi uma experiência importante para as próximas atividades que o projeto desenvolverá:

– Foi a primeira vez que eu exerci o papel de guia – turística e foi interessante, pois pude perceber, na prática, que somos capazes de realizar, com eficácia, várias outras programações para os futuros turistas.

Essa atuação das guias-turistas com os visitantes do Acre é o inicio de uma série de projetos que serão desenvolvidos pela Equipe do Bom Fruto Turismo. O programa surgiu para viabilizar visitas turísticas às comunidades do Complexo do Alemão, sob monitoramento dos próprios moradores das comunidades que, inclusive, visa motivar empreendedores e jovens das comunidades a trabalharem como agentes de turismo, possibilitando a geração de renda para as comunidades.

Segundo a presidente Nilceia Conceição, o programa Bom Fruto Turismo objetiva formar monitores de turismo para o acompanhamento dos visitantes:

– Nossa meta é promover cursos de idiomas e várias outras capacitações na área do turismo para profissionalizar nossos jovens e demais interessados e com isso possibilitar um trabalho mais eficaz com os turistas, destaca Ceinha.

Para a coordenadora de desenvolvimento do empreendedorismo das unidades pacificadoras do SEBRAE/RJ, Carla Teixeira, a estratégia é o fortalecimento de cadeia produtiva na área do turismo:

– A nossa finalidade é estruturar um planejamento estratégico do setor do turismo que vai desde o planejar até as ações. Queremos que nossos agentes estejam capacitados para atender às principais demandas dos turistas, enfatiza Carla.

Segundo Ceinha, o início dos cursos será na próxima semana e já estão abertas as inscrições. Os interessados podem procurar, entre 9h e 17h, a Sede do Centro Social Ceinha Rocha, situada à Rua Pedro Avelino, Nº 503, Morro do Adeus.

Comentários Facebook

comentários

Autor

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top