GEDMA e Livraria Ecológica do Brasil distribuem livros gratuitamente no Alemão

Evento atrai atenção de moradores e turistas na estação Palmeira do teleférico

Evento atrai atenção de moradores e turistas na estação Palmeiras do teleférico

Moradores e turistas que chegavam à estação Palmeira do Teleférico do Complexo Alemão, na manhã deste domingo (21/4), foram surpreendidos com a distribuição gratuita, para crianças, adolescentes e adultos, de centenas de livros. Além dos infantis tradicionais, como Pinóquio, A Bela Adormecida e Rapunzel, por exemplo, havia títulos ligados a diversas áreas profissionais, como marketing, biologia, direito, estatística, informática e artes.

A ação é o resultado da parceria do grupo Guardiões em Defesa do Meio Ambiente (GEDMA), que tem a finalidade de promover o controle Ambiental e Urbano, de forma preventiva, coibindo e identificando crimes ambientais e urbanos, com a Livraria Ecológica do Brasil, instituição que tem como principal missão tirar as crianças das ruas, oferecendo a elas livros como lazer e o incentivo ao gosto pela leitura.

Este foi o segundo evento literário promovido pelas instituições na estação Palmeira – o primeiro, no dia 7, contou também com a participação da Fábrica Verde, que tem por objetivo o reaproveitamento de computadores ao mesmo tempo em que estimula a inclusão social de jovens e adultos em situação de vulnerabilidade social, gerando emprego e renda para os educandos atendidos. Na ocasião, foram sorteados dois computadores completos entre os moradores que efetuaram a troca de material reciclável por livros.

Comandante Brandão, do GEDMA

Comandante Brandão, do GEDMA

De acordo com o comandante Brandão, do GEDMA, e com o coordenador da Livraria Ecológica, Demésio Batista, estas ações ecológicas literárias fazem parte de um projeto cultural criado pelas duas instituições para ser apresentado à direção da SuperVia, empresa que administra o Teleférico do Alemão. “Nossa intenção é realizar uma feira ecológica literária em cada uma das estações do teleférico.

Batizamos este projeto de ‘Super Via Ecológica de Leitura’, que vai permitir que os moradores e turistas troquem material reciclado por livros em qualquer uma das estações. Além de proteger o meio ambiente, pois vai impedir que muito lixo seja jogado nas ruas de nossa comunidade, vai incentivar a leitura entre as crianças e jovens. Esperamos contar com a sensibilidade da SuperVia”, afirma ele, esperançoso de ver o projeto espalhado por todo o Complexo do Alemão.

Apesar da chuva que castigou diversos pontos do Rio de Janeiro, a distribuição de livros não foi totalmente afetada: o ponto de sua realização é que foi modificado, deixando e ser ar livre para um lugar coberto. E vários exemplos de alegria e entusiasmo puderam ser vistos na manhã deste domingo, quando crianças e adultos pegaram seus exemplares na estação Palmeira. Com a felicidade estampada no rosto, muitos trataram logo de encontrar um cantinho para fazer a leitura do livro, enquanto alguns turistas, vindos de outros estados brasileiros, diziam que iam “guardar para ler na viagem de volta”.

Rodrigo Ramos leu várias histórias para as crianças

Rodrigo Ramos leu várias histórias para as crianças

O militar Rodrigo Ramos, de 25 anos, que visitava o Complexo do Alemão em companhia de amigos, fez a alegria de diversas crianças: pegou alguns livros infantis, sentou no chão, encostado na porta da estação, e começou a ler as histórias. “Gosto muito de crianças e de leitura. Tanto que montei uma biblioteca em minha casa, em Bento Ribeiro, onde recebo muita gente à procura de livros. Eu adoro ler para as criancinhas e faço isso com muita satisfação”, afirmou, entre risos de alegria enquanto lia trechos de ‘Pinóquio’.

Via: http://incentivo-a-leitura.blogspot.com.br/

Comentários Facebook

comentários

Autor

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top