Inaguração do espaço natura no Teleférico do Alemão

Rio de Janeiro, 14 de abril de 2012 – No próximo dia 14, a Natura inaugura seu espaço de vivência da marca na Estação Itararé/Natura, no teleférico do Complexo do Alemão. Concebido como uma praça, para ser um ponto de aproximação e conexão com a comunidade, o espaço permitirá experimentação de produtos Natura em um amplo ambiente que estimula o relacionamento entre moradores, consumidores e consultoras Natura (revendedoras da marca).

Além do espaço físico, a Natura estará presente em todas as estações com painéis que trazem histórias reais contadas e protagonizadas pelos próprios moradores do Complexo do Alemão. Eles contam relações que se dão no cotidiano e fazem a história de cada um e da comunidade. E trazem exemplos de relações familiares, entre amigos, vizinhos, de relações comerciais, de trabalho, além do olhar para o futuro da própria comunidade. Moradora do complexo há mais de 50 anos, Dona Glória retrata o valor da família em um desses painéis. Acompanhada do marido, do filho, da nora e da neta, ela destaca o quanto a união e a convivência são importantes para o Estar Bem. Da varanda de sua casa, no Morro do Adeus, a família relembra as transformações da comunidade que escolheu para viver.

Assim como o Projeto Comunidades da Natura, todo o projeto na estação Itararé/Natura foi desenvolvido com a participação ativa da própria comunidade. “Desde o início do Projeto Comunidades, em 2007, procuramos entender a comunidade para, a partir das necessidades locais, construirmos nossa aproximação. É o que chamamos de uma estratégia de construção ‘de dentro para dentro’. Ao longo desses anos, realizamos visitas às comunidades, workshops, pesquisas em profundidade e etnográficas, além de entrevistas. Nós fornecemos câmeras aos moradores e visitamos residências para mapeamento de símbolos e significados locais. Essas ações sempre tiveram o objetivo de privilegiar a proximidade com os moradores e, a partir disso, construirmos, juntos, formas para cada um se desenvolver, a comunidade como um todo e a própria Natura”, explica Jorge Rosolino, diretor regional da Natura.

O espaço tem um valor simbólico dessa trajetória e pretende ser um epicentro que reverbere todas as atividades do projeto Comunidades, que, a partir de 2012, foi de fato incorporado ao modelo de negócio da Natura no Rio de Janeiro. Com o nome Natura na Comunidade, o modelo está sendo expandido para 50 comunidades do Rio de Janeiro, atingindo 500 mil pessoas. “Nosso objetivo é evoluir nosso modelo de negócio, contemplando, dentro do próprio modelo, ganhos para a comunidade, para o desenvolvimento individual e oportunidades para a própria Natura. Além de dar mais oportunidades de trabalho autônomo via venda direta, também queremos contribuir para o desenvolvimento humano e implementar um processo de reinvestimento social feito e voltado para a própria Comunidade”, detalha Jorge Rosolino.

A atuação da empresa nas favelas cariocas inclui a identificação de oportunidades de negócio – como a flexibilização das regras para facilitar a entrada de novas pessoas como consultoras Natura –, que gerem renda para populações com dificuldades de inserção no mercado de trabalho e oportunidade de novos negócios para os moradores. Além disso, há o investimento social privado na própria comunidade. “O Espaço Natura é peça fundamental para o projeto, pois é nele, ou ao redor dele, que acontece grande parte dos treinamentos, cursos, projetos culturais e sociais, início de novas consultoras, sem falar na exposição de produtos, lançamentos e comunicação”, destaca Rosolino. “Por isso, quando criamos o Espaço, procuramos torná-lo um local convidativo e que permitisse a convivência dos moradores locais. O quiosque Natura possui uma grande árvore, em forma de escultura, que acolhe o ambiente. Todos os materiais ali presentes foram escolhidos visando à redução do impacto ambiental. Além disso, o projeto possui diversos materiais reaproveitados que representam a simplicidade, a arte e o poder de transformação”, completa Marcelo M. Bicudo, sócio e diretor de criação e estratégia da Epigram, agência escolhida pela Natura para desenvolver o projeto do espaço e sua comunicação.

Para as consultoras Natura do Complexo do Alemão, o quiosque permitirá que recebam seus clientes e apresentem as novidades da marca. Os moradores serão presenteados com oficinas de maquiagem, treinamentos, como de orientação financeira, e outras ações que valorizam a comunidade e fortalecem a autoestima dos moradores. No local, também haverá uma Consultora Natura Orientadora disponível para quem quiser se tornar Consultora Natura.

“Estamos muito felizes em estar cada vez mais presentes no dia a dia dos moradores do Complexo do Alemão. A estação Itararé/Natura é um marco na relação da Natura com as comunidades do Rio e especialmente com o Complexo do Alemão, onde estamos presentes há mais de seis anos. Por isso, no dia 14, faremos um grande encontro com ações de parceiros locais e da própria Natura para simbolizar essa celebração”, completa Rosolino.

Também no dia 14, será lançado um site, o Natura na Comunidade (naturanacomunidade.com.br), que reunirá histórias dos moradores das comunidades cariocas.

Comentários Facebook

comentários

Autor

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top