Jovens do Alemão apresentam peças recicladas no Fashion Rio

Cerca de 90 jovens do Complexo do Alemão aprenderam a confeccionar bolsas, carteiras e mochilas, entre outros produtos, em oficinas promovidas pela Secretaria de Ambiente, por meio da Superintendência de Território e Cidadania, em parceria com o estilista Almir França. O resultado foi apresentado no dia 24 de maio (quinta-feira), no Fashion Rio, no lounge do Governo do Estado. Chamada O Lixo virou Luxo, a coleção foi produzida com materiais doados pelo grande evento de moda, que acontece até amanhã. As peças foram confeccionadas com lonas de banners.

A iniciativa, que faz parte do projeto Eco Moda, busca trabalhar duas vertentes: a capacitação técnica dos alunos e a consciência ecológica.

Presente à abertura da exposição das peças, o secretário do Ambiente, Carlos Minc, destacou que a Secretaria do Ambiente vem realizando uma série de atividades em comunidades pacificadas. Ele ressaltou ainda que o projeto Eco Moda mostra que materiais reciclados podem ser transformados em produtos de alta qualidade.

– Aproveitando material reciclado temos desenvolvido muitas ações, com a criação das fábricas verdes do Alemão e da Rocinha, que reciclam computadores. Aqui no Fashion Rio, esta é uma coleção que mostra que reciclagem é criatividade. O lixo pode ser transformado em moda – disse Minc.

Para o estilista Almir França, que há 20 anos realiza oficinas sociais, o projeto é inovador ao trabalhar com jovens de uma comunidade que era pautada pela violência.

– Este trabalho foi muito importante porque produzimos as peças com jovens de uma comunidade que não recebia serviços públicos e estava esquecida – disse o estilista.

Toda a coleção Lixo virou Luxo foi inspirada na obra do carnavalesco Joãosinho Trinta. Segundo a superintendente de Território e Cidadania da Secretaria do Ambiente, Ingrid Gerolimich, no início de junho as oficinas serão realizadas na comunidade da Rocinha.

– Vamos abrir inscrições na Rocinha, será mais uma oportunidade de trabalhar em duas frentes: capacitação técnica e sustentabilidade – disse Ingrid.

Em junho, as peças expostas no Fashion Rio serão apresentadas em desfile na estação Bonsucesso do Teleférico do Alemão.

Após participar das oficinas, Gilda Cristina Ferreira, de 35 anos, moradora de Nova Brasília, no Complexo do Alemão, agora pretende ingressar no mercado da Moda.

-As oficinas também me fizeram entender melhor o que é sustentabilidade e a importância de atitudes como a reciclagem – afirmou Gilda.|.Julia Brito.

Via: http://www.revistafator.com.br

Comentários Facebook

comentários

Autor

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top