O PAC esqueceu da Alvorada (também)

Foto: Richard Luiz

Foto: Richard Luiz

Em 2008, iniciou no Complexo do Alemão o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) prometendo inúmeras melhorias ao local, tais como: saneamento básico, abastecimento de água, coleta de lixo, bibliotecas, espaços culturais e etc. Cinco anos após, ainda existe dentro do Complexo lugares não alcançados, obras pela metade e chuvas de promessas. Um desses locais é a Alvorada e a equipe do Voz da Comunidade esteve lá para conferir.

– Aqui quem manda são os ratos. As casas foram pagas, algumas destruíram uma parte. Trabalhavam um dia, não apareciam no outro, até o dia que não voltaram mais. – Conta Lucio Batista dos Santos, 70 anos, morador e comerciante no morro da Alvorada. Completa dizendo que o que o mantém longe dos ratos são suas três cachorras.

Segundo alguns moradores a Alvorada toda se encontra nesse estado e governantes só aparecem na época de eleições, mas nada é mudado. Uma das reclamações mais ouvidas é que foram prometidas estradas e o alargamento das ruas, pois ali existe uma movimentação considerável de caminhões em um espaço pequeno, o que torna a passagem mais complicada.

Quem passa pelo local, percebe que o que há de diferente de 2008 até hoje é somente a inclusão do teleférico. Entulhos, bichos e poeiras é o resultado do que não foi feito na Alvorada. Os locais que deveriam receber as obras estão sendo usados como depósito de lixo e estacionamento. Existem relatos de que está sendo cobrado da presidente Dilma Rousseff a conclusão das obras, porém até hoje nada foi feito.

Comentários Facebook

comentários

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top