Raio X: Romildo Jucá, o novo subprefeito do Complexo do Alemão

Região de Inhaúma e outros seis bairros estão sob os cuidados do novo gestor

Romildo Jucá foi nomeado em janeiro pelo atual prefeito, Marcelo Crivella, para ser o superintendente (cargo também conhecido como subprefeito) da área de Inhaúma, que além do Complexo do Alemão, inclui bairros como Higienópolis, Maria da Graça, Del Castilho, Tomás Coelho e Engenho da Rainha.

Jucá conta que a subprefeitura é uma espécie de “olho do prefeito” e que o momento – quatro meses após a posse – ainda é de diagnóstico do território.

“Nós ainda estamos vendo as necessidades do território para começar a atuar. O nosso trabalho é focado em detectar as principais demandas da área e comunicar a Prefeitura, junto com as outras secretarias, para ajudar a resolver, principalmente, as questões sociais da população e cuidar das pessoas”.

Romildo é formado em administração pela Unigranrio e pós-graduado em gestão pública na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ). Dos 56 anos de vida, 40 deles foram dentro da vida pública. Começou aos 16 anos como assistente na Serpro, uma empresa pública federal de soluções tecnológicas. Seu currículo também inclui uma passagem rápida pelo serviço militar. Segundo ele, foi breve mas garantiu que até hoje ele levante da cama às 5h da manhã. “Mesmo se eu tiver ido dormir às 4h, acordo às 5h, não tem jeito” – garante.

As mais de 12h diárias de expediente desde que assumiu o cargo explicam os bocejos constantes durante o encontro com a equipe de reportagem do Voz. Romildo tem estatura baixa, para a média masculina, e é dono de um humor que garante gargalhadas de quem está em volta. Isso explica o gosto que diz ter por filmes de comédia. Leitura? Só de jornais. Confessa que não é um grande fã dos livros e que fica só nos relacionados a religião. É evangélico, como o próprio prefeito e outros nomes importantes da equipe gestora da cidade.

Vascaíno, casado há 27 anos e com uma única filha, Romildo mostrou que conhece o território em que está atuando. No caminho que a equipe percorreu do local da entrevista até o cenário para o registro que ilustraria a matéria, Romildo foi apontando o nome das ruas e dos lugares no Complexo do Alemão. “Já fui morador de Ramos e Inhaúma, mas nasci no Méier”.

Para ele, a superintendência deve ser mais um canal para auxiliar a população a resolver os problemas relacionados aos aparelhos da Prefeitura, além do número 1746, usado para solicitações relacionadas à cidade, como luz, higiene pública e obras.

A superintendência tem página na rede social Facebook e um número no Whatsapp (97423-3225) que funciona 24 horas, mas que o subprefeito adianta que não gera protocolo e não tem prazo para resposta. “O que a gente quer é resolver, por isso tentamos oferecer para a população que isso seja feito de todos os jeitos”.

Perguntado sobre os planos para carreira política – é filiado ao PTN – , diz que “não é ambição, é missão”, afirmando que se for convocado pelo grupo político do qual faz parte, estará dentro.

Seu prato preferido é o arroz e feijão com bife à milanesa e, segundo ele, pode ser do restaurante chique ao boteco, “só tem que ser à milanesa”. Simples, trabalhador e bem-humorado, o subprefeito do Complexo do Alemão é gente como a gente.

Comentários Facebook

comentários

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top