Manda bem nos passinhos? Corra e se inscreva para a “Batalha do Passinho 2013” até o dia 17 de março

Depois do sucesso da FLUPP (Festa Literária das UPPs) no ano passado, o escritor e jornalista Julio Ludemir cria a “Batalha do Passinho”, competição que vai percorrer 16 comunidades pacificadas no Rio de Janeiro nos meses de março e abril e que já tem inscrições abertas.

Para participar da Batalha do Passinho, os dançarinos devem gravar um vídeo em que apresentam as suas habilidades e postar no site  www.batalhadopassinho.com, na comunidade em que deseja participar.  Os duelos, que acontecerão entre os dias 22 de março e 28 de abril. Cada batalha terá seu próprio prazo de inscrição, sempre com encerramento no último domingo que a antecede. Caberá aos internautas votar e escolher os 16 concorrentes de cada eliminatória.

As eliminatórias acontecerão nas seguintes comunidades: Vila Cruzeiro (22.03), Providência (23.03), Prazeres (24.03), Vidigal (28.03), Alemão (29.03), Macacos (30.03), Mangueira (31.03), Mineira (05.04), Cantagalo (06.04), Salgueiro (07.04), Formiga (12.04), Cidade de Deus (13.04), Jacarezinho (14.04), Tabajaras (20.04), Borel (21.04) e Batan (22.04). A final será no Parque Madureira (28.04). Os eventos terão início às 18h e vão até às 22h. Não há qualquer limitação para participar: serão aceitas inscrições de candidatos de todas as idades, sexos e áreas da cidade e da Região Metropolitana do Rio. A primeira será realizada na Vila Cruzeiro, das 18h às 22h, sob o comando do músico e produtor Rafael Soares, o Nike, MC das Batalhas.

Além da celebração da paz, a Batalha do Passinho também tem o objetivo de criar espaços de lazer para as comunidades e de driblar as limitações tecnológicas que algumas comunidades ainda sofrem no Rio de Janeiro.

Além da Serpro, o projeto também conta com os apoios das Secretarias de Cultura e de Direitos Humanos do Governo do Estado, do Sesc Rio e da Conspiração Filmes, através do projeto Rio Eu Te Amo e tem a Coca-Cola como patrocinadora máster.Matinês realizadas antes das Batalhas oficiais em comunidades como Macacos e Morros dos Prazeres, reúnem meninos e meninas que levam suas famílias e que, em conjunto, ajudam àqueles que ainda não tem acesso às novas tecnologias a gravarem seus vídeos para concorrer na votação para as eliminatórias. Além disso, uma parceria com a Sepro irá disponibilizar computadores nas comunidades para que aqueles moradores que ainda não possuem internet em casa possam votar nos seus candidatos preferidos.

Comentários Facebook

comentários

Autor

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top