Maquetes de favela fazem sucesso pelo mundo

Projeto Morrinho. Foto: Divulgação/Facebook

Projeto Morrinho. Foto: Divulgação/Facebook

A favela Pereira da Silva, em Laranjeiras, na Zona Sul do Rio de Janeiro, é dona de um movimento artístico incomum. Seus moradores, em 1997, com a intenção de desafiarem a percepção popular das favelas brasileiras, criaram o Projeto Morrinho, uma ação social e cultural.A principal iniciativa do Projeto Morrinho foi criar uma maquete da favela Pereira da Silva dentro do próprio lugar. Na arquitetura da construção, que ocupa uma área 320 metros quadrados, tijolos imitam casas, materiais recicláveis pavimentam ruas e compõem a paisagem. Em 2007, o Projeto Morrinho se estabeleceu oficialmente como uma ONG, a organização se apoia em 4 frentes de trabalho: Turismo no Morrinho, TV Morrinho, Expo Morrinho e Morrinho Social.

A construção de maquetes ganhou fama internacional, as criações artísticas dos moradores da favela Pereira da Silva já foram expostas na França, Espanha, Holanda, Timor Leste. O trabalho realizado pelo Projeto Morrinho foi reconhecido dentro e fora do país como uma iniciativa de difusão cultural e inclusão. Assista o vídeo abaixo e conheça um pouco da história do projeto.

Projeto Morrinho. Foto: Divulgação/Facebook

Projeto Morrinho. Foto: Divulgação/Facebook

Via: Afroreggae.org

Comentários Facebook

comentários

Autor

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top