Paiaiá, o “Tesouro do Sertão”

 

PaiaiasaPaiaiá F.C é um time de futebol amador da Zona Sul de Sampa. A origem do time, inclusive o nome, é São José do Paiaiá, um vilarejo povoado com cerca de 500 habitantes, localizado na cidade de Nova Soure, 220 KM de Salvador (BA). Dos 18 jogadores do time, 13 nasceram no povoado.

O local ficou famoso por ter a maior biblioteca rural do mundo, isso mesmo do MUNDO. São cerca de 110 mil livros, das primeiras edições de Formação da Literatura Brasileira, de Antônio Candido, e Casa-Grande & Senzala, de Gilberto Freyre, à coleção completa em francês de Moliére, num volume de 1.732. E mais 15 mil revistas e jornais e cinco mil gibis.

A Biblioteca Comunitária Maria das Neves Prado é obra do professor e pesquisador Geraldo Prado, do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT), que leciona na UFRJ.

Para o próximo natal, o Paiaiá F.C, a biblioteca de Paiaiá e amigos estão organizando uma entrega de brinquedos no povoado no dia 25 de dezembro de 2015. A campanha recebeu o nome de: “Natal: Semeando Lembranças”.

E a galera de todo o Brasil pode estar participando da campanha, com brinquedos usados e em bom estado ou brinquedos novos. Mais informações pelo e-mail: semeandolembrancas@bol.com.br.

No da realização do evento será proporcionada uma tarde para todas as crianças com lanches, brinquedos, piscina de bolinhas, cama elástica entre outros e também será realizada uma partida de futebol no campo do 107 para toda a criançada.

Portanto galera VAMOS FAZER O BEM NÃO IMPORTA QUEM.

Quando você decide fazer algo, em que você não será o único beneficiado, você tem a ajuda de Deus.
Quando você se dedica à outras pessoas, sem nenhum interesse, você está mais próximo de sua essência, aquela que é mais pura, que vem com você através do nascimento, por que pertence à sua alma, a sua luz divina.
Única, só sua, na verdade, um Dom que Deus te dá ao nascer.
Fazer o bem, não importa a quem.
O importante é o que você faz com o Dom que Deus te dá…

Autora: Lisiê Silva.  


Cleber CunhaMe chamo Cléber Cunha, tenho 36 anos e sou formado em Jornalismo pela FAPCOM. Moro no Parque Peruche, bairro da zona norte de SAMPA.

Comentários Facebook

comentários

Autor

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top