Caixa d’água vertical corre risco de cair no Complexo do Alemão

“Se cair, vai atingir casa, morador, carro, ônibus, fora outras estragos. Estão esperando alguma coisa do tipo acontecer para fazerem algo!”

Moradores do condomínio Nova Geração, localizado na Avenida Itaoca, em frente a comunidade Nova Brasília no Complexo do Alemão, pedem socorro e fazem um alerta: A Caixa d’água, que deveria realizar o abastecimento dos 12 blocos, além de nunca ter sido ativada, corre risco de desabar a qualquer momento podendo atingir os prédios mais próximos.

“Começou aquela ventania forte primeiro, depois veio a chuva. Os postes estavam batendo um nos outros e a maioria dá curto quando chove. Foi assustador! Isso nunca funcionou! Nunca foi ativado! A ventania balançava a torre e a gente achou que ia cair. Isso aqui tá um perigo!” denunciou a moradora Elizabete Rego Medeiros, comentando sobre a chuva que atingiu a cidade durante a noite/madrugada da última quarta feira (6).

Abandono: moradores pedem que caixa d’água seja retirada. Foto: Melissa Cannabrava/Voz das Comunidades

A dona de casa também diz que entrou em contato com a Defesa Civil, mas por telefone, foi informada de que nada poderia ser feito no momento. “Meu filho sempre filma e tenta entrar em contato com a Defesa Civil, mas continuam dizendo que tem outras prioridades. Ele ligou no dia seguinte da chuva, mas continuam falando que não podem fazer nada. Se cair, vai atingir casa, morador, carro passando, ônibus, fora outras estragos. Estão esperando alguma coisa do tipo acontecer para fazerem algo. Uma hora dessas a Caixa d’água vai dar um estalo e desmoronar tudo”.

Para dona Ednalva Ricardina Costa Ribeiro, de 60 anos, o abastecimento de água não é um grande problema, pois a que vem da rua dá o suporte aos moradores e comenta que a retirada da estrutura é uma emergência. “O abastecimento de água não é tão ruim, apesar da caixa d’água estar desativada. Essa aí só está para trazer riscos pra gente mesmo, por que ninguém faz nada e isso tá aí só esperando mais uma chuva forte pra cair.”, conta apontando as partes mais danificadas da estrutura.

Estrutura está se deteriorando e moradores pedem que seja retirada do condomínio. Foto: Melissa Cannabrava/Voz das Comunidades

Acompanhando a equipe do Voz da Comunidade durante toda a manhã, a estudante Isabele Ferreira da Silva, de 12 anos, contou que além dos problemas da caixa d’água, o parquinho destinado ao lazer das crianças também é uma bomba relógio em relação a segurança dos moradores. “Eu já escorreguei e quase abri a perna. Também já tomei choque várias vezes, de levinho, mas a gente fica com medo de dar um choque maior, né!?”

A denúncia vem do resultado do abandono. A área infantil do condomínio continua sendo um foco de risco devido a fiação que corre por toda a extensão do local. “A ligação de energia do parque fica em baixo dele. Foi colocada uma capa e cobriram de areia antes de botar a grama.”  comenta a dona de casa Maria Rita de Moraes Salvador, de 64 anos.

Tubulação elétrica do parquinho fica exposta. Foto: Melissa Cannabrava/Voz da Comunidades

Objeto de decoração
Já no Condomínio da Paz, a caixa d’água construída para abastecer os moradores também está sem utilidade e hoje serve como um grande objeto de decoração. A estrutura segue coberta por plantas, que tomam conta de toda a escadaria.

No Condomínio da Paz, virou objeto de decoração. Foto: Melissa Cannabrava/Voz das Comunidades


Vistoria agendada
A equipe do Voz das Comunidades entrou em contato com a Defesa Civil e um agendamento foi protocolado para a realização de uma visita técnica no Condomínio Nova Geração nas próximas 24h, com providências tomadas em até 26 de fevereiro.

 

 

Comentários Facebook

comentários

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top