Escola técnica continua com as portas fechadas na Vila Kennedy

Moradores lamentam pelo não funcionamento do espaço - Foto: Renato Moura/Jornal Voz Das Comunidades

Espaço está pronto há mais de dois anos, mas nunca funcionou efetivamente

Moradores da Vila Kennedy, na Zona Oeste, continuam à espera da inauguração do Centro Vocacional Tecnológico (CVT). O espaço é de responsabilidade da FAETEC (Fundação de Apoio à Escola Técnica) e imperialer tinha como premissa, se tornar um ponto de modernidade e cidadania.

A obra foi concluída em novembro de 2014, e a inauguração em fevereiro do ano seguinte. O evento recebeu um grande número de moradores do local, além de diversas autoridades e líderes comunitários. O então secretário estadual de Esportes e Turismo do Estado do Rio, Eduardo Paes também marcou presença na solenidade. Três anos após a celebração, população ainda não foi informada sobre início wholesale football jerseys das atividades.

Moradora antiga da Vila Kennedy, Lucimar Ribeiro, 61 anos, lamenta a inutilização do centro tecnológico. “Isso aqui não funciona, sempre ficou assim, fechado. Poderia ser um curso para as crianças. A Vila Olímpica está quase no mesmo estado, vive fechada”.

<img class="size-full wp-image-25478" src="http://vozdacomunidade.s3.amazonaws.com/wp-content/uploads/2017/02/CVT-da-Vila-Kennedy-abandonado-1.jpg" alt="Foto: Renato Fake Ray Bans Moura/Jornal Voz Das Comunidades” width=”4991″ height=”3327″ srcset=”http://www.vozdascomunidades.com.br/wp-content/uploads/2017/02/CVT-da-Vila-Kennedy-abandonado-1.jpg 4991w, http://www.vozdascomunidades.com.br/wp-content/uploads/2017/02/CVT-da-Vila-Kennedy-abandonado-1-768×512.jpg 768w” sizes=”(max-width: 4991px) 100vw, 4991px” />

Foto: Renato Moura/Jornal Voz Das Comunidades

A unidade da Vila Kennedy deveria oferecer cursos profissionalizantes e atender aos moradores dos bairros e comunidades do Catiri, Jardim Bangu, Coqueiros, Santíssimo, Carobinha e Gericinó. Entre as Cheap Jerseys instalações aguardadas, estão laboratórios de informática, metrologia, solda, refrigeração, praça de ciência e auditório de multimídia.

Sheila de Almeida, também moradora da comunidade desabafa: ”A Vila Kennedy está abandonada, não existe mais cursos, nem projetos sociais. Nós oakley sunglasses for men temos que procurar fora da comunidade. A água da piscina da Vila Olímpica estava verde, as crianças ficam sem atividades, só temos uma creche do Estado para toda comunidade”.

Até o fechamento desta edição, a FAETEC não retornou os contatos do Voz das Comunidades.

Comentários Facebook

comentários

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top