Grupo Carteiro Amigo faz entrega de cartas na casa de moradores

A iniciativa acaba com a dificuldade que os moradores da favela passam por ter que buscar suas cartas nas unidades dos Correios da Penha - Foto: Renato Moura/Jornal Voz Das Comunidades

O projeto Carteiro Amigo, que nasceu na Rocinha e funciona há um ano no Centro Comunitário da Vila Cruzeiro, recolhe nos correios as correspondências que não são entregues nas comunidades e leva até a casa dos moradores, da Merendiba até o Cruzeiro, por uma taxa mensal de R$ 12 reais.

A iniciativa acaba com a dificuldade que os moradores da favela passavam por ter que buscar suas cartas nas unidades dos Correios da Penha, na Rua Plínio de Oliveira, ou em Ramos, do lado do Prezunic, na Rua Uranos. Segundo o representante do projeto na Penha, Sergio Gomes, conhecido como Serginho, o primeiro passo foi fazer uma reunião com os Correios. A instituição aprovou a ideia, eles estabeleceram uma dinâmica de entrega e o trabalho começou.

<img class="size-full wp-image-25482" src="http://vozdacomunidade.s3.amazonaws.com/wp-content/uploads/2017/02/Carteiro-Amigo-da-Vila-Cruzeiro-no-Complexo-da-Penha-7.jpg" alt="Serginho, que é nascido e criado na Vila Cruzeiro – Foto: Renato Moura/Jornal Voz Das Comunidades" width="4072" height="2715" srcset="http://www.vozdascomunidades.com.br/wp-content/uploads/2017/02/Carteiro-Amigo-da-Vila-Cruzeiro-no-Complexo-da-Penha-7.jpg 4072w, wholesale jerseys http://www.vozdascomunidades.com.br/wp-content/uploads/2017/02/Carteiro-Amigo-da-Vila-Cruzeiro-no-Complexo-da-Penha-7-768×512.jpg 768w” sizes=”(max-width: 4072px) cheap nfl jerseys 100vw, 4072px” />

Serginho, que é nascido e criado na Vila Cruzeiro – Foto: Renato Moura/Jornal Voz Das Comunidades

Serginho, que é nascido e criado na Vila Cruzeiro, enxergava cheap nfl jerseys a dificuldade que os moradores tinham com as correspondências e, por isso, se mobilizou para implantar o Carteiro Amigo na Comunidade. Para ele, a entrega da carta também é uma forma de cidadania. “Quando a gente vê que as pessoas tinham dificuldade para receber suas cartas e nós encontramos uma solução, foi legal para nós. Sabemos que não resolvemos cheap football jerseys o problema, mas conseguimos adiantar a vida de algumas famílias. ”Até para quem não é cliente, que não recebe a correspondência em casa, o projeto foi bom. Agora as pessoas podem pegar seus recebidos no Centro Comunitário, sem precisar se deslocar até a Penha ou Ramos. Segundo Serginho, no início da busca das cartas, eles encontraram correspondências que estavam há mais de 10 anos nos postos dos correios.

Para o morador da Vila Cruzeiro há 50 anos, Francisco da Silva, o programa facilitou muito a chegada das cartas na sua casa. “Antes a gente precisava se deslocar até Ramos ou até o outro lado da wholesale jerseys Penha. Eu dou nota 10 para o Grupo Carteiro Amigo”.

Alexandre Dourado, outra cria da Vila Cruzeiro, confirma a melhora. “Depois que o Grupo Carteiro Amigo começou aqui na Comunidade ficou uma maravilha, é um projeto legal.

Para outras informações sobre o Grupo Carteiro Amigo, o telefone é (21) 3827-4468. O endereço do Centro Comunitário вернулись da Vila Cruzeiro é Estrada José Rucas, 1288 – Penha.

Comentários Facebook

comentários

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top