Hillary Clinton faz historia

Há oito anos, Hillary Clinton discursava na Convenção Nacional Democrata. Seu papel naquele evento era de apoiadora do novato candidato Barack Obama, alçado de concorrente as eleições presidências pelo partido Democrata. Hillary havia perdido a corrida pela indicação nas primarias democratas de 2008. Oito anos depois Hillary Clinton retornava ao palco da convenção, mas com outro papel: O da primeira mulher norte-americana a concorrer às eleições presidências por um grande partido nos Estados Unidos.

A semana começou com o discurso da primeira dama Michelle Obama, passando por artistas, políticos e apoiadores de Hillary Clinton. O presidente Obama também marcou presença, garantindo com todas as palavras Que Hillary era a melhor escolha para ocupar a cadeira do Salão Oval. Na quinta, dia 28 de Julho,com o auxilio de um vídeo relembrando a trajetória da ex-primeira dama, sob a voz marcante do ator Morgan Freeman, Chelsea, filha do ex-presidente Bill Clinton e da presidenciável Hillary, introduz a mãe ao palco. “Senhoras e senhores, minha mãe; minha heroína; e nossa próxima presidente dos Estados Unidos, Hillary Clinton”. Sob fortes aplausos, Hillary aparece acenando e com seu característico sorriso na boca. Após os habituais agradecimentos, Hillary toma um passo em direção em direção a historia a fazer esse pronunciamento:

Bem meus amigos, é com humildade, determinação e extrema confiança nas promessas da America, que eu aceito sua nomeação para candidata a presidente dos Estados Unidos da America.

O publico vibrou. Com uma mensagem otimista de um futuro mais forte junto – Stronger Together, lema da campanha democrata – Hillary encerrou seu discurso pronta para a nova etapa da corrida presidencial, dessa vez valendo tudo ou nada. Ela sabe que Trump soa como uma piada, mas não podem ignorar os feitos obtidos em sua campanha. A campanha da ex-senadora tenta de todas as formas expor o pior do candidato republicano – se bem que não é tão difícil assim de conseguir, já que o próprio ajuda muito através de suas polêmicas declarações.

Hillary já fez muito. Após ter sido a primeira mulher first lady a conseguir uma cadeira no Senado, Hillary deixa sua marca ao conseguir ser a primeira mulher a concorrer as eleições presidências norte-americanas por um dos dois grandes partidos. Um passo já foi dado. Agora só falta o mundo contemplar a primeira mulher presidente dos Estados Unidos em 2017.

Comentários Facebook

comentários

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top