Mãe, de onde nascem os Políticos?

war_within_a_breath_by_vhm_alexA política nas universidades é muito pior do que se imagina, você sabe como ela é feita lá dentro? Aliás, você sabia que a vida política começa nas universidades? Sim, pode pesquisar a biografia de muitos políticos de nosso país que você verá que quase todos eles começaram sendo presidentes dos Centros Acadêmicos de seus respectivos cursos ou presidentes dos Diretórios Centrais dos Estudantes de suas respectivas universidades. Mas por que estes cargos são tão almejados? Bem, alguns estudantes se interessam pela vida política, se filiam a um partido…

Ao assumir um cargo político dentro da universidade, este estudante passa a ter influência sobre os demais estudantes, e quando se chega próximo a um período eleitoral, este estudante poderá fazer propaganda do político pertencente ao seu partido. Sendo assim, muitos partidos financiam tais estudantes que ocuparam estas posições políticas nas universidades com grandes boladas de dinheiro, mas o que dizer sobre isto?

É difícil dizer ao certo se tal processo é ou não é válido, afinal, isto depende de onde vem o dinheiro que financia os presidentes dos Centros Acadêmicos e Diretórios Centrais Estudantis. Se for da fonte pública, ou fruto da corrupção, tal processo se torna ilegal, contudo, se for puramente do fundo partidário resignado ao partido pelo governo federal, então não se pode dizer o mesmo, pois o partido tem autonomia sobre o seu fundo.

É fato que as universidades se tornaram quartéis estratégicos da vida política, pois toda universidade é um microcosmo replicado do município que a comporta, sendo assim, a universidade funciona como um laboratório partidário certas vezes. Contudo, é claro que alguns estudantes chegam a estes cargos bem intencionados e compromissados com o bem comum, mas isto é uma parcela muito pequena do universo real.

Feita a propaganda de um candidato do partido ¨A¨ por um estudante do partido ¨A¨ em período eleitoral dentro de determinada universidade, este estudante por sua vez, por ter cumprido o seu papel, poderá ser lançado a vereador pelo partido que apoiou, no caso o ¨A¨. Mas não se engane, este processo não é fácil, é incrivelmente desgastante, você precisa possuir um perfil para liderança e uma frieza enorme para se manter sempre calmo.

Uma característica crucial para ser um político é possuir o discernimento de se manter calado a cerca de quase tudo o que lhe incomoda, outra é saber sorrir e ser simpático apesar da pressão que carrega pelos problemas que o cercam. Os políticos estudantis possuem um discurso convincente, quase sempre a favor de causas relacionadas às minorias. Mas, qual é o perfil da maioria dos futuros políticos do Brasil que agora se encontram nas universidades? Eu conheço alguns políticos dentro da minha universidade que é a Universidade Federal do Tocantins, excluindo eu…

E conheço também muitos outros jovens políticos de universidades pelo Brasil a fora, e tudo o que eu tenho a dizer é que, Deus queira que eu esteja errado, mas se os políticos de hoje são ruins, os de amanhã serão dez vezes pior.


Sobre o autor:

11226059_919199861489935_9194135250296814813_nMe chamo João Pedro Dornelles Claret, tenho 21 anos e sou estudante de Direito da Universidade Federal do Tocantins, fundador da Web-page Brasil Intelecto que reúne um grupo de jovens de destaque no intuito de difundir conhecimento e cultura. Além de músico, também sou poeta com minha obra ¨Etapas do Viver¨ prestes a ser publicada.

Comentários Facebook

comentários

Autor

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top