PAZcoa das Comunidades: milhares de sorrisos preencheram edição de 2018

O último sábado de março foi dia de chocolate no Complexo do Alemão. A ação social #PAZcoaDasComunidades, que acontece há 8 anos, mais uma vez levou ovos de Páscoa e barras de chocolate às crianças do Complexo, num dia de muita alegria para os moradores e voluntários.

A distribuição começou por volta das 11 horas da manhã, com cerca de 60 voluntários divididos em 4 grupos que percorreram vários lugares, alguns deles pouco visitados, para entregar os doces a crianças de 0 a 12 anos. Este ano, algumas localidades do Complexo da Penha também foram beneficiadas, resultando num total de 20 áreas: Adeus, Baiana, Favelinha da Skol, Casinhas, Condomínio da Paz, Palmeiras, Inferno Verde, Fazendinha, Capão, Acácias, Lagoinha, Pedra do Sapo/Central, Matinha, Mineiros, Condomínio Palmeiras, Sereno, Estradinha, Favelinha, Caixa D’água e Poesi. E para ajudar na entrega dos mais de 5.000 chocolates arrecadados, o ator e humorista Hélio de la Peña esteve com a equipe da Voz das Comunidades como voluntário, percorrendo o Alemão e conhecendo os moradores.

Carol Tuguia, voluntária antiga, contou sua vasta experiência e participação na Voz das Comunidades, mesmo tendo começado tão cedo:

“Eu comecei a ser voluntária com 11 anos, foi no ano de 2012 – hoje eu já vou fazer 17 –, e comecei a pegar gosto. Eu era da equipe de jornalismo, mesmo com pouca idade, e aí trouxe minha mãe, ela me acompanhava por eu ser muito nova, e comecei a explicar para as pessoas o que era o Voz, a trazer outras pessoas e contar a beleza de ser voluntária. Ser voluntária desde nova me ensinou a ser mais solidária com as pessoas, a entender o outro lado, a entender a minha realidade, os privilégios que eu tenho, as dificuldades… Eu vi um outro lado da vida, e que perto da gente existe outro mundo. Hoje, já mais velha, eu acredito que isso me tornou um ser humano melhor, me fez uma cidadã bem melhor e uma pessoa que entende de vários assuntos, porque eu convivi com várias pessoas de vários tipos diferentes.”

“Pra mim, foi uma experiência reveladora, porque vivenciamos um tipo de realidade ‘distante’, mas ao mesmo tempo muito próxima. Nós temos acesso a um monte de coisas e possibilidades, o que é algo distante para essas pessoas, então ter contato com elas em ações como essa nos faz rever um monte de questões que julgamos ser importantes, nos fazendo olhar para o lado e perceber que existem pessoas com problemas maiores que os nossos e que um simples chocolate dado com amor é algo que fará a diferença naquele dia ou ao menos naquele momento.” – Contou Jefferson Brunner, primeira vez como voluntário da PAZcoa das Comunidades.

A ação desse ano foi um sucesso graças às doações de todos vocês. Somos muito gratos aos voluntários, parceiros, amigos, leitores e todos mais que fizeram desta uma Páscoa mais feliz para o Complexo do Alemão e da Penha. Apesar de toda a injustiça que as favelas sofrem, com falta de cultura e educação, e excesso de violência, a PAZcoa das Comunidades pôde trazer uma gota de alegria e esperança aos moradores, principalmente às crianças. Esperamos continuar crescendo e fazendo cada vez mais por nossas comunidades, dar voz aos nossos e nos fortalecer sempre. Muito obrigado a todos, e até a próxima ação!

Fotos: Hector Santos, Stella Ribeiro e Renato Moura

Comentários Facebook

comentários

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top