Vazamento no gás deixa alunos sem aula no Complexo do Alemão há quase duas semanas

Foto: Renato Moura/Voz das Comunidades

Problema no gás da EDI Lúcia Maria Batista de Albuquerque deixa mães sem poder trabalhar

Por causa de um vazamento de gás, o Espaço de Desenvolvimento Infantil (EDI) Lúcia Maria Batista de Albuquerque, na Itaoca, no Complexo do Alemão, está há quase duas semanas sem aula. Segundo a secretaria municipal de educação, a CEG foi até o local lacrar o gás após um encanamento de cozinha apresentar problemas mas não solucionou o caso. Apesar de ter agendado a visita para reabrir a escola para o dia 18, oito dias após o incidente, afirmou depois que não poderia comparecer e a escola continua fechada.

Foto: Renato Moura/Voz das Comunidades

Foto: Renato Moura/Voz das Comunidades

Camila Santos, mãe de um aluno, diz que todo dia de manhã liga para a escola e eles dizem que já solicitaram o reparo. Segundo ela, eles pedem para os pais fazerem contato no dia seguinte para saber se vai ter aula ou não. “A companhia de gás veio e simplesmente fechou o registro e a escola está aguardando até hoje a solução do problema”. Camila afirma que por causa da falta de aulas muitas mães ficam sem poder ir trabalhar.

Ainda segundo o e-mail da prefeitura, “a direção da unidade escolar e a 3ª CRE estão tomando as providências necessárias para a situação voltar a normalidade, mas  o atendimento da CEG é fundamental para que o problema seja solucionado”.

Comentários Facebook

comentários

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top