Crônicas

Prova de tiros #CRÔNICA

Prova de tiros #CRÔNICA

Já são quase seis horas da manhã de uma terça-feira e eu de mãos dadas com o nervosismo para a prova que ocorrerá hoje na faculdade. Mal consegui dormir com tamanho desespero. Pego o meu café e bebo pensando nessa bendita prova. Saio de casa e lembro que mais uma vez que esqueci as minhas

Foto: Leandro Barbosa

O que o seu olhar diz às pessoas, também fala muito sobre você #CRÔNICA

CRÔNICA: Há anos, saí de madrugada buscando comprar algo para comer. Morava no centro de Belo Horizonte, e na cidade você tem a garantia que ao menos pode encontrar uma rede farmácias que domina as esquinas dos bairros, e acabei parando em uma delas. Comprei o que precisava e na saída me deparei com uma

Aprendam com eles, adultos

CRÔNICA: Existem várias maneiras de passar tempo quando se é criança. Claro que nos tempos hoje a brincadeira fica por conta dos aparelhos digitais. Smartphones, tablets… coisa que eu só fui ter aos 18, a criançada de hoje tem aos 5 anos. Mas tem algo particular, ou melhor, um esporte muito especial que não sai

Resistência e solidariedade: O alicerce da periferia

CRÔNICA – Lembro muito pouco da minha infância. Por isso, busco sempre ir construindo a minha história através das lembranças da minha mãe e pelas fotos que ela guarda há anos. Em um desses retratos eu estou caminhando em uma rua de terra vermelha, onde ficava a casa da Dona Tetê, em uma favela na

Eles sabiam o que acontecia na vida dos vizinhos, mas não viram o câncer crescendo na própria casa

Quando penso no câncer de mama, a primeira coisa que me vem à cabeça é a história de uma jovem carioca, que conheci através do círculo de afeto – projeto voluntário, que criei para facilitar o desenvolvimento emocional, através de encontros em formato de círculo, onde o participantes praticam empatia e compartilham sentimentos positivos. Vou

Foto: Fabio Brito/Reprodução internet

A felicidade… O que é? Você a possui?

Certa vez um homem muito afobado de terno, bufando e suando, entrou no consultório de um psiquiatra renomado e disse ofegante: Doutor, me ajude! Eu quero me matar, não aguento mais minha vida, perdi milhões em um investimento errado que fiz, minha esposa parece só ligar para o meu dinheiro, não me procura para sexo,

Foto: Reprodução/Internet

Quero falar do meu Rio – Crônicas de Sérgio – 06

De um Rio de verdade. Não que esse que passa na televisão não seja verdadeiro, mas ele não é o único. Se ficar apenas nos telejornais parece que o Rio foi uma ideia que não deu certo, um projeto que está falido. Não, esse não é o meu Rio. Quero falar de um Rio que

Fui parar no Méier pra acompanhar a gravação do clipe do Coé com o Sant #Cronica

Próxima estação: Méier. O dia começou cedo, disputando centímetros entre trabalhadores já cansados numa quarta-feira de mormaço, típico do outono carioca – que não sabe se dá praia ou rolé de long. Da estação de trem à praça que recebe a Roda Cultural do Méier é um pulo. Sentados no meio-fio estão o Coé e

Salve Salve Galera… – Crônicas de Sérgio – 05

Faz tempo que não passa por aqui. Estava com uns corre aqui em casa, mas hoje enquanto não vem o próximo trem pra eu vender minhas palavras cruzadas, sentei aqui e vou bater esse papo reto com geral. Não sei se geral sabe, mas nega Regina esta grávida, e como toda mulher grávida ela precisa

Um tempo… – Crônicas de Sérgio – 04

Sou de um tempo… De um tempo… De um tempo onde bala perdida era aquela bala que encontrávamos no bolso da calça, da blusa ou do short, não na cabeça, na perna ou no ventre de uma mãe; De um tempo onde tínhamos medo que os bandidos subissem o morro, e não os policias; De

Top