Crônicas

A solidão da mulher negra na universidade. A gente incomoda!

A solidão da mulher negra na universidade. A gente incomoda!

A realidade do meio acadêmico infelizmente é para poucos. Não se sentir representada dentro da sala de aula é o retrato do quão difícil é entrar e se manter numa universidade. Ainda mais quando somos negras, periféricas, pobres e cheias de determinação – porque incomodamos, e vão tentar nos desanimar de todas as formas. Seja

Crônica | A morte é de ferro

Hoje, 20/07/2018, completa-se um mês em que a trágica história ocorreu, uma história baseada em fatos reais, mas queria que não fosse. Lembro de cada tiro, de cada passo das pessoas da rua correndo em busca de proteção e o som de uma mãe chorando. Eram oito e meia da manhã. Meu celular despertava, alertando

Crônica | A copa da favela

Hoje é sábado. Dia de um futebolzinho com a galera lá na quadra no topo do morro. Tô só esperando minha mãe preparar aquele pão com ovo para eu encontrar a galera. Marcos, não fica muito tempo na rua e toma cuidado. E trate de arrumar o seu quarto quando voltar, anda vem cá me

CRÔNICA | Um banho de amor

Texto escrito por:  Jhullyana da Silva | Revisado por: Gabi Coelho | Foto: Reprodução/Internet Noite fria de uma sexta qualquer. Dia cansativo. Semana cansativa. Coloco minha bolsa na mesa, coloco também a mochila, a lancheira, o guarda-chuva e a maleta de trabalhinhos. Ah! Eu já ia me esquecendo da boneca. A boneca preferida dela. Rapidamente

CRÔNICA | O herói da Favela

Texto escrito por:  Laerte Breno | Revisado por: Gabi Coelho Ainda é terça-feira, mal vejo a hora do sábado chegar e sentar num barzinho para beber uma cervejinha gelada com a rapaziada, tá ligado? Tem que rolar música do Dilsinho pra ficar tudo ainda mais perfeito. Sinto falta desses momentos, ultimamente estou mais sobrevivendo do

Crônica: O Brasil de Jardim Gramacho

Na euforia e no chacoalhar do ônibus cheguei a um lugar onde a simplicidade encanta e amedronta ao mesmo tempo. Essa foi a minha reação ao chegar em um jardim, do interior do interior do Rio de Janeiro. Estava mais precisamente em Duque de Caxias, um município como outro qualquer, com prédios em uma parte,

Coluna | Senhora Resistência

CRÔNICA: 08/12/2017, último dia de aula na faculdade. Durante todo ano me alimentava de textos acadêmicos exaustivos, cercados por um vocabulário pesado. Eu era um leitor frustrado que só queria voltar a ler com prazer. Queria apenas ler uma antologia e ter como companhia um café forte, silêncio e o meu gato dormindo entre as

Coluna | Nem eu, e nem você!

CRÔNICA: Certa ocasião, em um dos inúmeros grupos de whatsapp estavam organizando uma festinha. Em meio a tantas conversas – até mesmo paralelas – surgiu um debate quanto à palavra nem. Ao chamar alguém dessa forma, outra pessoa retrucou ao dizer “nem eu e nem você”. Sinceramente: não entendi! Nem o que? Nem te ligo,

Prova de tiros #CRÔNICA

Já são quase seis horas da manhã de uma terça-feira e eu de mãos dadas com o nervosismo para a prova que ocorrerá hoje na faculdade. Mal consegui dormir com tamanho desespero. Pego o meu café e bebo pensando nessa bendita prova. Saio de casa e lembro que mais uma vez que esqueci as minhas

Foto: Leandro Barbosa

O que o seu olhar diz às pessoas, também fala muito sobre você #CRÔNICA

CRÔNICA: Há anos, saí de madrugada buscando comprar algo para comer. Morava no centro de Belo Horizonte, e na cidade você tem a garantia que ao menos pode encontrar uma rede farmácias que domina as esquinas dos bairros, e acabei parando em uma delas. Comprei o que precisava e na saída me deparei com uma

Top