Artigo de Opinião

Foto - Levi Mendes

OPINIÃO | As mulheres têm poder! O 29 de setembro marcou a nossa história

OPINIÃO | As mulheres têm poder! O 29 de setembro marcou a nossa história

O dia 29 de setembro de 2018 ficará marcado na memória de milhares de pessoas, inclusive na minha. Há quem diga que o movimento #elenão, organizado pelas mulheres nas redes sociais, em oposição ao candidato à presidência, Jair Bolsonaro, mobilizou cerca de 115 cidades no Brasil e no mundo. Certamente, se não foi a maior

Ciclovia do Pinheiro - Maré. Foto: Thiago Santos

OPINIÃO | Por uma política que considere a realidade da favela

Ciclovia do Pinheiro – Maré. Foto: Thiago Santos No dia 18 de setembro, o Fórum Basta de violência – Outra Maré é Possível, promoveu no CAM (Centro de Artes da Maré), um debate afim de ouvir dos candidatos ao governo do Rio, quais são as propostas de intervenção voltadas para a favela. Por um momento

Setembro Amarelo: Falando sobre saúde mental e cuidando dos nossos

Relembrando o artigo passado, o Centro de Valorização da Vida (CVV), em parceria ao Conselho Federal de Medicina (CFM) e a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) realizaram aqui no Brasil suas primeiras atividades exatamente na capital do nosso País, a tão famosa Brasília, em dezembro de 2015. Dessa maneira, a Associação Internacional para Prevenção do

Foto: Miguel Bruna/Unsplash

Voz das Mulheres | De ferro e flor somos feitas: Política é assunto de mulher sim!

Por: Mariana Fontoura Lana Nascimento Assim como o futebol, a política foi dita por anos como assunto que não era para mulheres, tanto para discussão quanto para atuação. Em 1932 começava a jornada que dura até os dias atuais em busca de representatividade e igualdade de gêneros no cenário político do país. Ainda que aquele

A cultural da favela como ferramenta de transformação social

Por: Layane Coelho O antropólogo brasileiro Roque Laraia define cultura como: o modo de ver o mundo, as apreciações de ordem moral e valorativa, os diferentes comportamentos sociais e mesmo as posturas corporais são assim produtos de uma herança cultural, ou seja, resultado da operação de uma determinada cultura. O Brasil, que é um país

Agosto Lilás: O mês que reforça a importância de denunciar casos de feminicídio

Por: Jhullyana da Silva Cerca de uma mulher é assassinada a cada duas horas no Brasil. De acordo com o Datafolha, no ano passado foram registrados cerca de 4.473 homicídios, um aumento de 6,5 % em relação ao ano anterior. Mais de 500 mulheres são vítimas de agressão física a cada hora no Brasil. Além

Opinião | O direito à Educação e sua importância como agente de transformação social nas favelas do Rio

Desde a sua origem, as favelas do Rio de Janeiro procuram reafirmar a sua existência diante de obstáculos sociais, políticos e econômicos junto a importância do seu papel na sociedade através de instrumentos; Entre eles, está a Educação. Garantida na Constituição de 1988 como um direito e dever do Estado e da família, é uma

Opinião | O racismo reforça a violência que existe no Brasil

O Atlas da Violência 2018, produzido pelo Ipea e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), divulgou um relatório sobre as taxas de homicídio no país, e os números são assustadores. Segundo os dados, mais de meio milhão de pessoas foram assassinadas nos últimos dez anos, sendo os negros as principais vítimas dessa barbárie. De

Foto retirada do site www.lovemondays.com.br

Opinião | Planejamento de vida imposto pela sociedade é falho

Antes mesmo de nascer, já sofremos com a pressão imposta pela sociedade. A mulher engravida, se ela é casada, tiver emprego fixo, casa e, aparentemente, estrutura psicológica para ser mãe, o filho é aguardado ansiosamente pela família e amigos. Porém, caso ela esteja fora deste padrão, o bebê, antes mesmo do parto, carrega, além das

O racismo reforça a violência que existe no Brasil

O Atlas da Violência 2018, produzido pelo Ipea e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), divulgou um relatório sobre as taxas de homicídio no país, e os números são assustadores. Segundo os dados, mais de meio milhão de pessoas foram assassinadas nos últimos dez anos, sendo os negros as principais vítimas dessa barbárie. De

Top