Poesia nas Vielas

Brasil Descobrimento ~ Poesia ~ Por: JP Claret

Brasil Descobrimento ~ Poesia ~ Por: JP Claret

BRASIL DESCOBRIMENTO. Selvagens, escravos e dominadores… Que dominaram tanto, Quanto causaram dores… Que se intitularam senhores… Sobre a terra dos condores… Chicoteando eternos trabalhadores… Trazidos da terra dos leões, Donde deixaram seus amores… Por que oh brancos… Cometeram tais horrores? E quanto às fés dos selvagens Que por meio de lavagens. Os fizeram esquecê-las… E

A vida que não esqueço

Ao acordar agradeço A vida que não esqueço De tantos anos passados O triste ar derramado De uma infância vivida Já não foi mais esquecida Agradeço ao colo do tempo Por sempre agir no contento Das lembranças permitidas Na rua como eu corria E minha mãe me batia Por querer viver todo dia Na casa

Ocupação territorial como novo modelo de políticas públicas na Cidade

  Nesse domingo, 07, o Complexo do Alemão recebeu mais uma edição do projeto Cinemão no Campo do Sargento. O Cinemão existe desde 2010 como um veículo de ocupação cultural dentro dos espaços populares, buscando contribuir para o fortalecimento de novas práticas culturais que promova diversão e arte dentro da favela, além das tradicionais, como

Juventude popular lutando por pautas sociais nas redes

Engajamento no combate aos crimes de racismo tem crescido nas redes sociais Segundo uma pesquisa desenvolvida pelo Observatório de Favelas em parceria com a Secretaria Estadual de Cultura, 90% dos jovens moradores de comunidades cariocas já tem acesso à internet de seus computadores pessoais. Essa coleta de dados foi realizada em uma mostra de dois

Não somos o alvo

Em muitos casos, as Políticas Públicas de Segurança no Brasil acabam gerando mais violência do que promovendo a paz. “Meu pai era traficante. Ele morreu quando eu tinha por volta de uns dez anos, num confronto com a polícia. Ele foi fugir e acabou entrando num beco sem saída. Os policiais foram atrás dele no

Ordem de despejo na Aldeia do Maracanã

Nesse sábado (12/01), o Batalhão de Choque do Rio de Janeiro cercou a Aldeia do Maracanã, localizada no antigo Museu do Índio, com o objetivo de garantir o cumprimento da decisão judicial de despejo da comunidade indígena, que há 6 anos ocupam o espaço promovendo oficinas de culinária, canto, dança, contação de histórias, palestras em

Chuvas em Xerém

Uma crônica. Pensei a princípio em fazer um relato sobre a minha passagem por Xerém, mas diante de como tudo se sucedeu acho que seria mais correto dizer que esse é um relato meu e do seu Zé um amigo que encontrei no caminho… O despertador tocou, enrolei um pouco mais na cama , e

A minha casa é o mundo, mas ela já teve um cômodo só

Não existem barreiras na nossa cidade.Que tipo de barreiras? As concretas.Não existem muros de Berlim por ai, não existem paredões.Sim, isso não…Mas por que a minha cidade não é a cidade dele?Porque apesar de não existir barreiras concretas, ainda existem barreiras imaginárias. Nasci no Gama, uma cidade satélite de Brasília, uma periferia, mas a gente

FavelArt&Foto comemora a 30ª caminhada

Nesse sábado (08/09), o FavelArt&Foto ‘Favela Arte e Foto’ comemorou a realização de 30 caminhadas fotográficas pelas favelas do Rio de Janeiro. A comemoração foi um varal fotográfico no Largo das Neves, Santa Teresa, com produções dos integrantes. O grupo tem oito meses de existência e atua quinzenalmente visitando e fotografando as comunidades do Rio

Conte sua história: Carol mãe menina

Meu nome é Caroline tenho 18 anos e sou moradora do Complexo do Alemão no morro dos Mineiros. Tenho um filho de 1 ano e 8 meses. Sou mais uma dessas jovens que engravidaram na adolescência. Quando eu desconfiei que estava grávida prometi para mim mesma que se não estivesse ia tomar o maior cuidado

Top