Biblioteca Parque de Manguinhos recebe palestra sobre “Carpe Diem Arte e Pesquisa”

Sergio Mekler abordará a trajetória do Chelpa Ferro e coreógrafa também fará exposição de fotos

Acontece na Biblioteca Parque de Manguinhos, espaço da Secretaria de Estado de Cultura, nesta quinta-feira, 22/08, das 17h às 19h, a palestra “Carpe Diem Arte e Pesquisa”, apresentada por Sergio Mekler, roteirista e editor de vídeo que faz parte do coletivo multimídia Chelpa Ferro. A palestra, aberta ao debate, será sobre questões pertinentes ao trabalho do grupo; em especial, deslocamentos e resignificações que se operam na relação entre a imagem e o som – questão central no conjunto de sua obra. A entrada é gratuita.

Em 2012, o coletivo Chelpa Ferro foi selecionado através do edital de Difusão e Intercâmbio Cultural da Secretaria, que possibilitou, com a cobertura dos custos de viagem, uma temporada em Portugal para o grupo mostrar seu trabalho. Em Lisboa, eles inauguraram a instalação “Craca”, no Carpe Diem Arte e Pesquisa,  e fizeram uma apresentação na mesma cidade, ao lado do artista português Pedro Tudela , dentro do evento Próximo Futuro, da Fundação Calouste Gulbenkian.

Sergio Mekler, falando em nome do grupo, celebra o sucesso da viagem a Portugal e tem boas expectativas sobre o encontro com o público na BPM, em Manguinhos.

– A gente fica feliz de poder levar o trabalho para todo o mundo e acho que o debate será bem instigante. Vamos mostrar em vídeo alguns momentos dos trabalhos que o grupo vem realizando durante esses anos, e falar do que fizemos em Lisboa, onde montamos a instalação denominada “Craca”. Em Portugal fizemos também um concerto em colaboração com o artista português Pedro Tudela . Foi fundamental o apoio do edital de intercâmbio, porque só assim os trabalhos podem circular pelo mundo, não só por imagem, por internet, mas presencialmente. A troca é importante.

Mais tarde, no próximo sábado, 24, às 18 horas, será a vez da coreógrafa, bailarina e atriz Ligia Tourinho apresentar-se na Biblioteca Parque de Manguinhos. Ela apresentará a performance Trio, que faz parte do projeto Jogo Coreográfico, de sua autoria. Nela, Ligia conta com a colaboração das bailarinas Bruna Fiuza e Camila Frezi.  Através do edital de Difusão e Intercâmbio Cultural, o grupo de Ligia viajou a Montevidéu, no Uruguai, onde fez residência artística no Centro de Dança Contemporânea Casarrodante Coletivo de Arte/Oficina de Dança e Criação.  Jogo Coreográfico é uma proposta que reúne dança, improvisação e interatividade. Foi criada por Ligia em 2005 e documentada em fotos ao longo do tempo, o que resultou numa exposição, que será vista na BPM.

– A Biblioteca Parque de Manguinhos é um espaço especial para a cultura local. Isso me dá muita inspiração e estímulo no desenvolvimento desse trabalho de difusão da dança contemporânea – comenta Ligia Tourinho.

O grupo Chelpa Ferro e Ligia Tourinho são alguns dos artistas e grupos selecionados pelo edital de Difusão e Intercâmbio Cultural da Secretaria que vem se apresentando para o público do Rio de Janeiro, como contrapartida da chamada pública. No último mês de junho, o artista plástico Ronald Duarte levou uma exposição de seus trabalhos para a Biblioteca Parque da Rocinha (BPR) resultado de sua residência artística no Laboratório de Criatividade Urbana On.Off,  em Guimarães, Portugal. Em julho,  o artista plástico Thiago Teixeira apresentou, também na BPR, os trabalhos que expôs no evento  Photonika World of Imagin, em Colônia, Alemanha; enquanto a Cia Brasileira de Ballet, de Jorge Gomes da Silva, apresentou-se na Biblioteca Pública de Niterói (BPN), depois da participação no  25th Karmiel Dance Festival,  em Tel Aviv, Israel.

Colaboração de Sandra Menezes

 

Comentários Facebook

comentários

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top