Cia Marginal reestreia “Eles Não Usam Tênis naique” em novembro no teatro Gláucio Gill

Último espetáculo da Cia Marginal, Eles não usam tênis naique reestreia no dia 29 de outubro, no palco do Gláucio Gill, teatro da Secretaria de Estado de Cultura/FUNARJ. Com texto inédito e premiado de Marcia Zanelatto e direção de Isabel Penoni, a peça se passa numa favela do Rio de Janeiro, onde um pai e uma filha se reencontram depois de muitos anos. Ele foi traficante nos anos 80, quando o movimento ainda mantinha um vínculo moral com a comunidade, ela é uma jovem traficante nos dias atuais. O espetáculo gira em torno de um embate ideológico entre os dois personagens, apresentando um sutil panorama do tráfico nas favelas cariocas.

renato-mangolim-2Com cinco atores em cena, que se alternam nos dois papéis, ora defendendo a posição da filha, ora a posição do pai, a encenação de Eles não usam tênis naique explora a complexidade do tema do tráfico, encarando-o de diferentes perspectivas, do seu aspecto mais brutal à sua dimensão afetiva. Nesse jogo cênico, em que nenhuma posição é fixa, os atores ainda encontram espaço para debater a questão de sua própria perspectiva, expondo, através de intervenções autobiográficas que perfuram a trama fictícia, a maneira particular como o tráfico atravessa suas vidas.

Com direção musical de Thomas Harres e a presença do músico Rodrigo Souza em cena, o espetáculo conta com uma trilha sonora eletroacústica que explora a musicalidade da periferia e impõem forte pulsação a cena. O cenário é do plástico Guga Ferraz, o figurino de Raquel Theo e o desenho de luz de Pedro Struchiner.

ELES NÃO USAM TÊNIS NAIQUE realizou sua temporada de estreia em Agosto de 2015, no teatro Glauce Rocha (Rio de Janeiro). Em quatro semanas de temporada (de quarta a domingo), levou um público enorme e diversificado ao teatro, entre artistas, estudantes, professores e ativistas, obtendo casa lotada durante toda a temporada.

O espetáculo integrou a mostra principal do Festival de Curitiba e foi indicado, nas categorias direção e elenco, ao Prêmio Questão de Crítica.

A CIA MARGINAL nasceu em 2005, no complexo de favelas da Maré, de um encontro entre artistas de diferentes origens, formações e experiências, que descobriram no teatro e no fazer coletivo a sua forma mais potente de atuação no mundo. Ao longo de sua trajetória, o grupo manteve um núcleo estável de artistas, consolidou uma equipe de colaboradores e produziu quatro espetáculos – Qual é a nossa cara? (2007), Ô, Lili (2011) , In_Trânsito (2013) e Eles não usam tênis naique (2015). Em 2014, recebeu uma moção de louvor da Câmara Municipal do Rio de Janeiro por “representar o engajamento do teatro nos dias atuais”. A CIA MARGINAL é formada pelos atores Diogo Vitor, Geandra Nobre, Jaqueline Andrade, Phellipe Azevedo, Priscilla Monteiro, Rodrigo Souza e Wallace Lino; pela produtora Mariluci Nascimento; e pela diretora Isabel Penoni.

Informações gerais sobre a nova temporada do espetáculo:

Quando acontece?

Entre 29 de Outubro e 05 de dezembro, aos sábados, domingo e segundas, às 20 horas.

Quanto custa?

O ingresso custa R$30,00 a inteira, R$ 15,00 a meia e R$ 20,00 com nome na lista amiga.

 

 

Comentários Facebook

comentários

Autor

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top