Dia da Marielle Franco entra no calendário oficial do Estado contra o genocídio da mulher negra

Na última terça-feira (17/07), o Governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, sancionou a lei que cria o dia da Marielle Franco – Dia de luta contra o genocídio da mulher negra, com texto de autoria da deputada estadual, Enfermeira Rejane. A vereadora e seu motorista, Anderson Gomes, foram mortos dia 14 de março e a data entrou no calendário oficial do estado.

A cada ano, as instituições públicas e privadas deverão promover debates e palestras a fim de refletir sobre o genocídio da mulher negra no Brasil, com um resgate da história que valorize a luta das mulheres de periferia, negras e pobres.

Comentários Facebook

comentários

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top