Jovens da Rocinha criam fábrica de vassouras de garrafa PET

Um grupo de jovens moradores da favela da Rocinha, no Rio de Janeiro, resolveu montar a Estação Rociclagem, que pretende gerar emprego para a própria comunidade com um material que muitos ainda consideram lixo: as garrafas PET, principal problema da comunidade. O nome Rociclagem surgiu da junção das palavras Rocinha e Reciclagem.

Em maio, eles pretendem abrir a primeira fábrica de vassouras de garrafas PET da cidade do Rio de Janeiro e acabar, pelo menos dentro da comunidade, com o descarte desse tipo de material na natureza, que entope rios e valas. O objetivo, além de tirar essas garrafas e reutilizá-las, é reeducar as pessoas em relação ao acúmulo de lixo, que ainda é muito presente e que causa outros problemas como proliferação de doenças.

Uma das participantes da Estação Rociclagem, Michele Estevão, conta que eles também querem chegar aos catadores de PET para oferecer um emprego na Estação.

O projeto de Michele, e mais quatro amigos, já recebeu o financiamento e cursos de capacitação por meio do Serviço e Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-RJ) e da Agência de Redes para a Juventude. No momento a Estação está atrás de ajuda para comprar o maquinário que falta.

Via: http://naturaekos.com.br/

Comentários Facebook

comentários

Autor

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top