LITRO DE LUZ: Levando Luz e Esperança pelo Brasil

Vitor Belota Gomes, um dos fundadores da ONG - (Foto: Arquivo Pessoal)

Em 2002, o brasileiro Alfredo Moser criou uma solução para iluminar sua própria casa em um momento sem energia. Para fazer isso Alfredo se utilizou apenas de garrafa plástica com água e uma pequena quantidade de cloro. Uma década depois e sua ideia já se espalhou pelo mundo.

Com o objetivo de levar luz aos lugares menos favorecidos e melhorar a qualidade de vida nessas comunidades foi criado a ONG Litro de Luz. A fonte de luz propõe uma alternativa de iluminação sustentável e ecológica, desfrutando da ideia do brasileiro e utilizando de garrafas pets para tornar isso uma realidade.

No Brasil, a ONG foi fundada em 2013 pelo Vitor Belota Gomes em conjunto com Allana Souza e Pedro Santos. Antes de fundar, Vitor tinha ido para Nairobi, no Quênia, fazer trabalho voluntário, mas inesperadamente ele acabou passando os meses de seu intercâmbio colocando as garrafas de luz nas escolas públicas da cidade, com isso entrou em contato com a sede internacional da Litro de Luz para trazer essa ideia para o Brasil.

Para o Jornal Voz da Comunidade, a voluntária da ONG, Bianca Polidório, transmitiu o propósito do Litro de Luz no Brasil: “O Objetivo do Litro é levar a oportunidade, conhecimento e principalmente esperança para aqueles que sonham com uma vida melhor”. Onde o Litro de Luz passa, os voluntários interagem com a comunidade e levam um pouco mais de esperança para os moradores que, em muitas vezes, são esquecido pelo estado.

Pelo levantamento feito pela Aneel – Agência Nacional de Energia Elétrica, o Brasil possui mais de um milhão de casas sem acesso a energia, isso só demonstra a importância de um projeto como o Litro de Luz apresenta: “Acho que a principal relevância do projeto é justamente que, mesmo em um país enorme como o Brasil, não há barreiras que impeçam a atuação do projeto. Onde for necessário, nós encontraremos meios de se deslocar até o local que necessita de iluminação” revela a voluntária Bianca.

Além de tudo isso, a iluminação proporcionada pelas garrafas da ONG gera um impacto importante na comunidade onde estão inseridas. A luz pode contribuir para a realização de atividades domésticas e diminui a frequência de violência e abuso sexual, pois é nos lugares escuros que se tornam mais frequentes. Na questão ambiental, a substituição de uma lâmpada por uma garrada evita a emissão de 200 kg de CO2 na atmosfera por ano.

Recentemente a ONG ganhou o prêmio no valor de US$ 100 mil, da Universidade St. Andrews, da Escócia. A premiação é destinada para iluminar as comunidades ribeirinhas da Amazônia, onde o acesso de energia elétrica é inviável.

Saiba mais e seja um voluntário: www.litrodeluz.com

Comentários Facebook

comentários

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top