Miss Rio de Janeiro 2017 é do Complexo do Alemão

Foto: Renato Moura/Voz Das Comunidades

Jessica Lisboa foi classificada para a etapa nacional da disputa, a ser realizada em novembro

A Miss Rio de Janeiro das Américas 2017 é do Complexo do Alemão. Jessica Lisboa, de apenas 15 anos, diz que ficou surpresa com o resultado, alcançado há dois meses. “Eu não acreditei que ganhei. As meninas que estavam lá pareciam ter muito mais chance do que eu. Eu era a mais simples dali” – conta, ainda impressionada pela conquista da faixa que veste orgulhosa e guarda com cuidado em um saquinho branco de filó.

O concurso que coroou Jessica foi o “beleza social”, projeto interno do “Miss Brasil das Américas”, que está em sua segunda edição no Brasil. A primeira foi realizada ano passado, em Natal, no Rio Grande do Norte, segundo Weslley Homedes, diretor nacional do concurso. A edição do Rio de Janeiro foi classificatória para a etapa nacional, na qual Jessica competirá com meninas de todo o País, em novembro. Depois a disputa é com as belas de toda a América.

Foto: Renato Moura/Voz Das Comunidades

Foto: Renato Moura/Voz Das Comunidades

A jovem alta, loira, de cabelos compridos e traços de boneca, é moradora da localidade Pedra do Sapo. Vive com a mãe, a madrasta e o casal de irmãos gêmeos. Estudante do nono ano da rede municipal, participou do concurso de miss depois de fazer trabalhos como modelo quase sem querer. A mãe contratou um fotógrafo para registrar a sua marca, a “PriZel Fit”, de alimentação saudável, e divulgar nas redes sociais. Quando o profissional viu a filha da cliente, sugeriu que ela fizesse um ensaio. Jessica logo conseguiu trabalho em grandes marcas do segmento de roupa. “Foi acontecendo tudo muito naturalmente”, afirma a mãe, Priscila Lisboa.

Priscila, “mãe à moda antiga”, como se autodefine, é a maior incentivadora da carreira da filha. “Foi um desejo natural dela. Mas além disso eu fui correndo atrás, dentro das minhas limitações, por causa do horário apertado do trabalho para sustentar três crianças. Eu levo para a academia, levo para fazer foto, levo em clínica de estética, dentro do que posso, faço tudo”.

Jéssica Lisboa exibe a faixa de Miss Rio de Janeiro ao lado da mãe, da madrasta, e do casal de irmãos gêmeos. Foto: Renato Moura/Voz Das Comunidades

Jéssica Lisboa exibe a faixa de Miss Rio de Janeiro ao lado da mãe, da madrasta, e do casal de irmãos gêmeos. Foto: Renato Moura/Voz Das Comunidades

A outra filha, Luiza, de 12 anos, também quer ser modelo. “Só que de passarela, estilo Gisele Bündchen”, conta a mãe, com a filha sentada no sofá à sua frente, mexendo a cabeça em sinal de afirmação com um sorriso tímido”. Priscila relembra que, na infância, foi convidada para ser paquita do programa da Xuxa, mas que a sua mãe não deixou. As filhas parecem ter puxado à mãe. “Eu dou a maior força, mas sempre digo que o caráter vem na frente de qualquer coisa e que não vale tudo para ganhar. Se perder, não importa o que aconteça, sempre haverá um prato de arroz com feijão, um teto e ela continuará sendo minha filha”.

A rotina da nova miss não é muito diferente de uma menina comum de 15 anos. Escola de manhã, academia à tarde, ajuda em tarefas domésticas e rede social antes de dormir. Diz que “a ficha ainda não caiu”, mas se prepara, com a alimentação saudável preparada pela mãe e assistindo vídeos no youtube para realizar seu sonho: ser famosa. “Fico vendo treinamento de postura para miss. Aprendi que as pernas não podem ficar retas, tem que ser trançadas. Isso eu aprendi”.

Foto: Renato Moura/Voz Das Comunidades

Foto: Renato Moura/Voz Das Comunidades

A agenda dos trabalhos como modelo não incomoda. “Eu já não costumava sair e gosto de bater fotos. O meu trabalho é o que me distrai. E de qualquer maneira penso que vou me sacrificar agora, para no futuro poder curtir com meus amigos e namorado e dar um futuro melhor para minha mãe. Vou fazer tudo que eu puder sem passar por cima de ninguém”. Consultada se queria falar sobre a família, preferiu não se estender. “Se eu começar a falar eu choro”. Com cílios postiços e beleza de gente grande, os dedos pequeninos de menina lembram que Jessica tem uma vida inteira e um futuro brilhante pela frente.

Comentários Facebook

comentários

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top