Moradores denunciam tentativa de extorsão por funcionários da Light

Quase quatro dias após o temporal que atingiu o Rio, moradores permanecem sem energia elétrica na Zona Norte.

Moradores do Complexo do Alemão, dos bairros de Ramos e Bonsucesso, relataram que estão sem luz desde a madrugada de quinta-feira (15). Segundo eles, fiscais da Light passaram pelas ruas pedindo dinheiro de cada residência para religar a energia. Os valores cobrados chegam a R$800, por um serviço que tem a obrigação de ser feito de forma gratuita.
Emerson, mora no Beco do Livramento, na região da Central, no Complexo do Alemão e contou a nossa equipe como foi extorsão:
“Um funcionário da Light passou na minha rua pedindo R$10 de cada morador que está sem luz, disse que só ligaria se pagássemos. As pessoas aqui estão pensando em como arrumar o dinheiro, ninguém aguenta mais ficar todos esses dias sem luz.”
Na Travessa Laurinda, no Complexo do Alemão, também foi da mesma forma. Beatrys Soares, relatou que a região que estava pagando o valor exigido, teve a energia ligada. Enquanto isso, moradores das ruas que não pagavam ficavam sem luz.
Segundo moradores de Bonsucesso, o valor pedido foi ainda maior.
“Funcionário da Light passou na região de Bonsucesso, se oferecendo para religar a energia por R$400. A luz voltou, não sei se alguém pagou”, relato de uma moradora em sua rede social.

Uma moradora da Rua Gonzaga Duque, em Ramos, que preferiu não se identificar, disse: “Casas com crianças e muitos idosos na maior escuridão. Quedas e acidentes por causa do descaso da Light. Comidas estragadas! Os Funcionários cobrando R$20 de cada morador para normalizar tudo”, desabafou.

A advogada Roberta Meireles, explicou que toda pessoa que sentir-se lesada em uma relação de consumo, poderá socorrer-se do Judiciário para ver seu prejuízo reparado, através de uma ação indenizatória proposta por um advogado.
Entramos em contato com assessoria de imprensa da Light para saber a posição da empresa sobre essas denúncias e também, o por quê dos bairros em questões não tiveram a energia religada até o momento. Veja a resposta formal da Light:

NOTA – LIGHT

A Light trabalha de forma ininterrupta, desde a noite de quarta-feira (14/02), para restabelecer o fornecimento de energia elétrica a todos os seus clientes. A empresa reconhece os transtornos que isto provoca e pedimos desculpas por isso. No momento, a Light conta com 2500 profissionais trabalhando nas ruas, reconstruindo a rede, substituindo postes e fiação e fazendo as religações necessárias.

Este trabalho é uma obrigação da concessionária, por isso queremos deixar claro que nenhuma cobrança deve ser feita por prestadores de serviço da Light ou de quem se apresente como representante da empresa para a realização dos serviços de restabelecimento da energia. Esses reparos estão integralmente cobertos pela tarifa de energia elétrica.

Caso perceba qualquer ilegalidade na conduta dos profissionais, os clientes devem denunciar à Light ou ao Disque-Denúncia (se possível, com o nome de quem o abordou ou a placa do carro da equipe). Os canais de denúncia são:

– Redes Sociais (twitter/lightclientes e facebook/lightclientes);
– Agência Virtual;
– Disque-Denúncia: 21-2253-1177;
– Disque-Light Emergência (0800 021 0196).

Comentários Facebook

comentários

Autor

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top