#Opinião: O mundo é Chapecoense

Após o trágico acidente envolvendo o avião que levava a delegação da Chapecoense para a Colômbia, onde iria disputar a primeira partida da final da Copa Sul-americana, os corpos dos jogadores, jornalistas e demais passageiros estão na cidade de Medellín para o processo de reconhecimento. Com isso, surgiram as mais belas homenagens neste momento de luto.

Sabemos que no Brasil o futebol divide paixões, o clima político é um verdadeiro “Fla-Flu”, e precisamos concertar muitas coisas ainda. Entretanto, a solidariedade realizada de forma não ensaiada à Chape precisa ser verdadeiramente reconhecida, principalmente pelos outros clubes que demonstraram estar à disposição para ajudar a Chapecoense em sua reconstrução.

escudo

Alguns clubes relembraram seus ídolos, como o São Paulo ao citar Cleber Santana, Mario Sergio e Caramelo ou usaram as cores verdes da equipe catarinense. Os rivais Figueirense, Avaí e Criciúma também se uniram em posts, imagens e também homenagens pelas redes sociais.

O adversário do time de Chapecó na final da Sul-Americana era o Atlético Nacional. O clube lançou uma nota nas redes sociais que pede para a COMEBOL oficialize o time brasileiro como legitimo campeão. Na Europa, os clubes fizeram 1 minuto de silêncio antes dos seus treinos e em Londres, na Inglaterra, o Estádio de Wembley, um dos mais famosos do mundo, se iluminou de verde, cor que é predominante no uniforme da equipe catarinense, e em seu arco expressou “Força Chape”.

Outra homenagem que torcedores apelam na internet é que na última rodada do Campeonato Brasileiro (adiada e sem data marcada) as equipes joguem com o uniforme da Chapecoense, o mandante de branco e o visitante de verde. Já o time argentino Racing optou jogar os restantes dos jogos de 2016 com o escudo da Chape inserido no centro de sua camisa.

chape

A Chapecoense não só estava representando Santa Catarina, mas sim o Brasil. A equipe vive seu melhor momento desde sua fundação, sendo o primeiro clube catarinense a chegar à final de uma competição internacional, em poucos anos saiu da série D para chegar à elite do futebol brasileiro e conquistar o respeito e admiração de todos aqueles que acompanham o futebol.

Hoje somos todos Chapecoense.

AUTOR:

cryslan_novaimagem-colunista

Esta coluna é de responsabilidade de seus atores e nenhuma opinião se refere à deste jornal.

Comentários Facebook

comentários

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top