Por um Natal Melhor: ação doa 5 toneladas de alimentos no Complexo do Alemão

Foram cerca de 400 famílias beneficiadas com os alimentos doados pela ONG Voz das Comunidades no Complexo do Alemão

Alemão – Foi realizado no último sábado dia 19, no complexo do Alemão, a ação “Por um Natal Melhor” do Jornal Voz da Comunidade distribuindo cestas básicas para os moradores das regiões mais carentes do conjunto de favelas. Foram cerca de 5, 500 toneladas de alimentos doados pela equipe da organização, batendo o recorde de todas as 10 edições realizadas.
O Por um Natal Melhor começou em 2005, bem no inicio da criação do Jornal Voz da Comunidade, pelo atual presidente Rene Silva. A criação da ação era para doar alimentos para os moradores da comunidade do Morro do Adeus, arrecadando cerca de 20 cestas básicas na época. Desde então, a ação só multiplica o número de arrecadações, chegando em 5 toneladas nesta edição de 2015.

“É de uma gratidão enorme poder ajudar nossa comunidade com o que podemos. Lutamos durante meses na campanha de arrecadação, para no final ver tudo dando certo, como foi essa ação. A cada ação me emociono mais e mais. Se cada organização, instituição, empresa etc… fizesse um pouco, teríamos um território mais digno, humano e menos competitivo.” conta Betinho Casas Novas, Fotojornalista do Jornal Voz das Comunidades.

IMG_7838

Para a ação, foram organizado três equipes, somando 35 voluntários, com duas vans e 6 coordenadores de equipes. ” Cesta básica, um feliz natal e um abraço parece ser um tanto banal se comparada aquilo que temos acesso. Eu recebi mais do que qualquer bem material, minha mente se abriu, meus olhos viram aquilo que escuto todos os dias, e que mesmo estando frequentemente ouvindo, nunca vivemos.” Contou Alan Pinheiro, de 22 anos, voluntário pela primeira vez na ação.

Foram mais de 10 comunidades que tiveram as entregas das doações. Entre elas estavam; Morro do Adeus, Capão, Casinhas, Palmeiras, Inferno Verde, Favela dos Mineiros, Pedra do Sapo, Matinha, Favelinha Beira Rio, Serra e Lagoinha.

 

Comentários Facebook

comentários

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top