Segundo o IBGE, tá sobrando homem na Rocinha!

A atriz Suzana Vieira diverte-se com as mulheres da comunidade da Rocinha - Felipe Assumpção - AgNews

A atriz Suzana Vieira diverte-se com as mulheres da comunidade da Rocinha - Felipe Assumpção - AgNews

Há mais mulheres em Copacabana, com 74,3 homens para cada 100 delas, do que na Rocinha (97,3 para cada 100). Mas o Flamengo é o bairro carioca que abriga o maior número de pessoas do sexo feminino (73,2 homens para cada 100 mulheres). Já Porto Alegre abriga o bairro com maior concentração de idosos entre as capitais com bairros legalmente definidos: Moinhos de Vento, onde 26,9% dos habitantes têm 65 ou mais anos de idade. Os dados, baseados na Sinopse do Censo 2010, foram divulgados na manhã desta sexta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e disponibilzados para análise em uma ferramenta online disponível no portal www.ibge.com.br.

Segundo o presidente do IBGE, Eduardo Pereira Nunes, o novo método de apresentar as informações representa um marco entre a integração entre os departamentos de estatística e geografia do instituto, já que a população poderá ter fácil acesso aos dados, que podem ser utilizados tanto para guiar políticas públicas locais quanto para embasar diferentes pesquisas em âmbito regional e municipal. “A nova ferramenta facilita a possibilidade de pesquisar dados e vai aumentar muito a possibilidade de lidar com a informação”, afirmou.

As informações divididas por bairros só estão disponíveis para os 719 municípios, dos 5.565 do País, que possuem bairros legalmente definidos. Onde não há definição legal de bairros, caso de São Paulo e de outras seis capitais, as informações são apresentadas sob setores censitários. De acordo com Mário Henrique Mattos, gerente do centro de documentação de informações do IBGE, a ferramenta online possibilita que o usuário exporte informações para o Google Earth e cruze informações para lançar novas bases de dados a partir de suas necessidades. “Isso permite que tenhamos conhecimento sobre diversos aspectos locais e que podem ser usados de forma acessível”, afirma.

Fonte: Luiz Bulcão Ribeiro
Via: rocinha.rg

Comentários Facebook

comentários

Autor

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top