Slam Laje – Poesia é arte

Apresentado por Marcelo Magano e Patrick Sonata, o Slam Laje é a primeira batalha de poesia realizada por moradores do Complexo do Alemão. Eu que sempre tive vontade de conhecer o Alemão, por conviver com algumas pessoas de lá, tive o imenso prazer de estar em uma das apresentações do Slam, na Casa Brota. Representatividade, empoderamento, amor a arte são apenas algumas palavras que definem o que esses jovens sonhadores transmitem através da poesia que recitam.

Foto: Bento Fabio

Foto: Bento Fabio

São definidas as datas que ocorrerão as batalhas e, no dia, os apresentadores escolhem algumas pessoas da plateia para serem os jurados e darem notas de zero a dez. Os participantes têm um minuto e meio para se apresentarem, caso ultrapassem o tempo estabelecido, são punidos. Cada integrante, então, defende sua ideia, seu texto nas etapas, até chegar à final e apenas um é o grande vencedor daquela competição.

Segundo o dicionário Aurélio, poesia é a arte de fazer obras em versos. Essa definição vai totalmente ao contrário do pensamento de Platão. Para ele, a tradição poética deveria ser substituída pela filosófia, porque ela sim era produtora de verdade. Já Aristóteles, dizia que o poeta nos faz enxergar e compreender coisas que nunca enxergamos antes.

Além disso, a poesia tem uma semelhança com a realidade, ou seja, verossimilhança. De acordo com o que vi no Slam, concordo plenamente, com o pensamento de Aristóteles. Todas aquelas poesias são carregadas de sentimentos, elas fazem o público refletir sobre a situação do morador de favela, sobre saúde, educação, segurança pública, ou seja, aspectos da nossa realidade. Através dessa arte, pessoas são influenciadas e vidas são salvas.

Comentários Facebook

comentários

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top