‘SOS Anjos Especiais’ vai realizar quinta edição do ‘Almoço com Papai Noel’ na Babilônia

Objetivo é arrecadar brinquedos para crianças carentes com necessidades especiais

 

A ONG ‘SOS Anjos Especiais’ vai realizar no domingo dia 10 de dezembro, a partir de 13h, a quinta edição do ‘Almoço com Papai Noel’, que é voltado para crianças e jovens carentes portadores de necessidades especiais. A entrada do evento, que vai acontecer na Quadra do Chapéu Mangueira, no Leme, na zona sul, é 1kg de alimento não perecível. Quem quiser ajudar com doações de brinquedos pode entrar contato  pelo email: janaina.dosanjosespeciais@gmail.com  

A fundadora da ONG e realizadora da ação é a Janaína Rodrigues Novaes, moradora do Chapéu Mangueira há 32 anos. Tudo começou por causa do seu filho. Janaína diz que sua vida se divide em antes e depois do nascimento de Hygor, de 28 anos, que contraiu meningite na infância e ficou com sequelas neurológicas. A partir daí a caixa de supermercado mudou o seu olhar em relação a maternidade: “Filho não vem com manual, né? Mas a gente absorve muito a maneira que os nossos pais nos criaram, mas, com o Hygor tive que reaprender tudo. As coisas são diferentes com um filho especial ainda mais se você não tiver uma boa condição financeira”, ressalta.

Com pouco dinheiro e muita iniciativa, o hábito de criar redes solidárias entre as pessoas a fez conseguir montar o primeiro almoço na sua casa em 2012, “no primeiro evento poucas crianças vieram, mas eu não desisti, com o passar dos anos ele foi tomando forma, tanto é que neste ano vamos ocupar a quadra esportiva do Chapéu”, conta. Os voluntários que ajudam na realização do almoço são de fora e de dentro do Chapéu Mangueira, comerciantes locais, supermercado onde ela trabalha, amigos e vizinhos.  

Hoje são 30 jovens e crianças portadores de necessidades especiais que participam do almoço, mas a festa com o papai noel não é mais exclusiva deles, todas as crianças da comunidade que chegam são bem vindas. A batalha agora é conseguir presentes para essas crianças: “Meus filhos especiais já são todos apadrinhados, agora eu quero conseguir para as outras crianças brinquedos como, bolas, carrinhos e bonecas”.

Muito além de um almoço social, o ‘SOS Anjos Especiais’ promove um integração das pessoas portadoras de necessidades especiais com a comunidade que vivem: “As crianças especiais já começam a serem excluídas desde muito cedo. Crianças portadoras de alguma deficiência não são convidadas para festas de aniversário, poucas vezes vemos nas ruas brincando com outras crianças. O almoço é um dia para as mães levarem as crianças e jovens para a rua, e que elas se sintam incluídas”, finaliza.

 

 

 

Comentários Facebook

comentários

Autor

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top