Tudo começa por alguma coisa

Especial Dia das mães

Mesmo sem antes de nascer havia uma curiosidade, de saber o encontro de duas células num ambiente propício a formar um novo SER, completo e pronto para a vida.

Na barriga de nossas mães ainda ao 5o mês era formado o coração, ao crescer ele dispara por pessoas nas quais fazemos planos de amor achando que poderíamos morrer sem a reciprocidade do mesmo. Lembre-os que o 6o mês, nossos membros superiores e inferiores seriam o nosso maior deposito de amor e carinho que o coração poderia demostrar o nosso “equilíbrio”. O dia das mães nada mais é do que algo que sempre reúne a família, trazendo surpresas para as nossas amadas. Sendo comemorado no segundo domingo de maio, seus dias são os 365 do ano. Mãe é o nosso sol de cada manhã e nossa lua de cada noite, ficamos quentinhos em seus braços, assim como uma manta que nos aquece do frio e ‘nos protege de todo o mal’. Toda mãe é mãe, digo, toda mãe tem suas características, sejam elas positivas ou negativas, mas nunca deixam de serem nossas mães e nos ensinar uma lição na vida.

Dai carinho a quem nos cuida, nos da amor, nos ensina, aponta o erro tendo em si ética do certo e errado. Esse anjo é o paraíso que nos tira qualquer dor; soeu, nos viu crescer, nos protegeu, ensinou a amar e aprender o significado do verdadeiro afeto. Aqueles que perderam seus amados seguem tendo a melhor memória em fotografias, onde não se privam de desfrutar de pensamentos e felicidades vividas, tendo sua memória a tão grata em busca de recordações felizes, suprindo o espirito dessas vivências, formando reflexões de um papel 10×15.

Aos pais que vestem a figura materna, feliz dia das “mães”. Viva, mas não esqueça quem te deu esse direito!

Comentários Facebook

comentários

*

* Please arrange the below number in decreasing order

Top