Me chamo Felipe Basílio, natural de Jundiaí-SP, 23 anos, sou estudante de Psicologia na Universidade Padre Anchieta, amante da leitura e de séries que retratam o ser humano como personagem principal.

Carta aberta aos homofóbicos que derramam sangue inocente

Meu caro homofóbico… Você sabe o que significa homofobia? Homofobia é o preconceito contra aqueles que amam pessoas do mesmo sexo. É o preconceito contra pessoas que tem sentimentos, anseios,

Leia mais

Filhos da geração “Nem, nem, nem”

Luís Martins, convida: Wesley Isidório

Leia mais

Carnaval: o sorriso brasileiro não se apagará

É Carnaval, e nós, brasileiros, devemos comemorar SIM. Estamos vivendo um dos maiores escândalos políticos da história do país, estamos vivendo em meio a um surto de doenças transmitidas por

Leia mais

Jundiaí, a cidade onde a conscientização não é um hábito

Muito se fala nos dias de hoje em conscientização, mas pouco se fala em praticar.  Jundiaí é considerada uma das melhores cidades para se viver, porém os habitantes que aqui vivem

Leia mais

Eu ainda preciso de afeto?

Muitas coisas novas surgiram para facilitar nossos dias, como celulares, tabletes e afins. São esses aparelhos que dizem por aí que são os maiores responsáveis pelo contato social, mas só

Leia mais

É preciso responsabilidade para não chorar depois

2016 chegou e junto com ele, as eleições municipais. É hora de fazer valer o voto, é hora de dizer o que você e sua cidade precisam. O salário de

Leia mais

São Paulo está fora dos trilhos e ninguém reparou

E eu começo esse artigo me perguntando: Onde é que estão os governantes de São Paulo? Será que estão sendo solidários em Paris? Talvez estejam mesmo tomando chá na Casa

Leia mais

Luis Martins convida: Sheila Giannini para falar sobre Intolerância Religiosa

Luis Martins convida: Sheila Giannini Hoje convido uma amiga de faculdade para falar sobre: Intolerância Religiosa. Intolerância Religiosa, é algo que podemos dizer que domina grande parte da sociedade, independentemente

Leia mais

Será que eu posso ser o que eu quiser?

Certo dia, fiquei pensando o que seria de mim quando eu chegasse na vida adulta. Fiquei horas martelando em minha cabeça o que eu gostaria de ser profissionalmente, e foi

Leia mais

Ser gay na favela, pode?

Outro dia na faculdade, em uma roda de amigos, me perguntaram se eu podia ser gay no meu bairro e isso me assustou. Na verdade, procurei em meus pensamentos quais

Leia mais