Favelas da zona norte, oeste e sul amanhecem com operação policial nesta segunda-feira (27)

A Secretaria Municipal de Educação apura se escolas das regiões citadas estão em funcionamento presencial ou remoto
Caveirão chegando na Cidade de Deus na manhã desta segunda-feira (27) (Imagem: Reprodução)
Caveirão chegando na Cidade de Deus na manhã desta segunda-feira (27) (Imagem: Reprodução)

Mais uma vez, moradores de comunidades começaram o dia com operações policiais nas comunidades. Nesta segunda-feira (27), comunidades da zona norte, oeste e sul do Rio de Janeiro receberam viaturas da Polícia Militar nas primeiras horas da manhã.

Segundo nota emitida pela PM, na Cidade de Deus, agentes do 18ºBPM (Jacarepaguá) com unidades do Comando de Operações Especiais (COE) realizam operação com objetivo da operação é evitar instabilidade à região. Ainda segundo a nota, na Zona Sul, equipes da Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) realizam operação nas comunidades Pavão/Pavãozinho e Cantagalo. Na comunidade Bandeira Dois, em Del Castilho, o 3ºBPM (Méier) realiza operação de retirada de obstáculos em vias públicas.

A Secretaria Municipal de Educação apura se as escolas das regiões citadas estão em funcionamento presencial ou remoto.

A Secretaria da Saúde informou na Cidade de Deus, a Clínica da Família Lourival Francisco de Oliveira acionou o protocolo de acesso seguro. Privando pela segurança de usuários e profissionais, não está funcionando. A Clínica da Família José Neves e o Centro Municipal de Saúde Hamilton Land estão funcionando apenas com atividades internas, ou seja, a unidade mantém o atendimento à população, mas sem as atividades externas. A nota ainda informa que na região de Del Castilho, as unidades de saúde funcionam normalmente, assim como as unidades do Complexo do Alemão, Vigário Geral e Jardim América.

A plataforma Fogo Cruzado não registrou tiros nas regiões citadas. Há relatos de tiros no Morro do Adeus, no Complexo do Alemão. Sobre isso, a PM informou que a equipe do UPP Adeus/Baiana que realizava patrulhamento pela Rua Capucara, esquina com Rua Joana Fontoura, quando foi alvo de tiros. Houve reação, mas os disparos cessaram. Até o momento não há relatos de feridos.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]