Jovens são encontrados mortos em rua do conjuntos de favelas do alemão

jovens_encontrados_mortos_na_canitar

Na noite de ontem, 12 de outubro, dois jovens foram encontrados mortos na Rua Dona Emilia, na Comunidade da Fazendinha complexo do alemão. O jovem Rafael Coelho da Costa (19) morador da Rua Dona Emilia, foi morto no portão de sua casa em baixo da janela do quarto de sua mãe, já o outro jovem identificado como Andre Luiz (20) morador da Rua Aintinga, foi assassinados a tiros há alguns metros do outro jovem. Segundo informações de moradores, os jovens estavam juntos, Rafael estava saindo para levar o Amigo André para a sua casa, quando foram assassinados. Familiares das vitimas estão reclamando pela demora do IML na liberação dos corpos dos jovens, e denunciam as ondas constantes de assaltos na região.

Só este mês 8 pessoas foram baleados no alemão

Contando com os dois jovens encontrados mortos na fazendinha, conjunto de favelas do alemão, outras seis pessoas foram baleadas somente nesse mês de outubro. Na quinta feira (02) Vitor Castro 20 anos, foi baleado no beco do “Flip” na localidade da Grota durante um tiroteio. Algumas horas depois, na madrugada de sexta feira (03) 4 pessoa foram baleadas ao mesmo tempo, os baleados são moradores da Antiga Fabrica de Plastico Tuffy Habib ocupada por cerca de 2 mil famílias no dia 23 de março desse ano. No dia 07 um vendedor ambulante foi baleado enquanto trabalhava na localidade do Sabino, o senhor identificado como Pará foi socorrido por policiais militares e passa bem. Dos oito baleados, seis sobreviveram e dois morreram.

Mês de Setembro também foi de baleados e mortos

No mês de Setembro 5 pessoas também foram baleadas, destes três deles morreram, sendo um deles o Comandante da UPP Nova Brasilia, Capitão Uanderson Manoel da Silva, de 34 anos, foi atingido e socorrido as pressas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Alemão e em seguida transferido para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha. O oficial não resistiu aos ferimentos.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]