Moradores da Maré, Morro do Dendê e Serrinha amanhecem com operação policial nesta terça-feira (28)

Acontece também na Pedreira e no Pavão-Pavãozinho, Cantagalo, zona sul do Rio
Caveirão no Complexo da Maré (Reprodução: TV GLOBO)
Caveirão no Complexo da Maré (Reprodução: TV GLOBO)

Uma grande operação está em andamento na favela da Nova Holanda, no Complexo da Maré, no Rio de Janeiro. Há vídeos do caveirão andando por dentro da comunidade. Segundo informações, a operação é realizada pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), da Subsecretaria de Inteligência e do 22ºBPM (Maré).

Nas comunidades do Morro do Dendê e Guarabú, a PM informou que PMs do 17ºBPM (Ilha do Governador), realizam operação junto com equipes do 1ºCPA e COE.

Na Zona Sul, as comunidades Pavão-Pavãozinho e Cantagalo também recebem operações policiais militares da Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) em conjunto com de equipes do BAC e GAM.

No Morro da Serrinha, a PM informa que policiais militares do Batalhão de Ações com Cães (BAC) atuam na região. E na Pedreira, policiais militares do 41ºBPM (Irajá) realizam operação.

A Secretaria Municipal de Educação do Rio informou em nota que lamenta a suspensão das aulas em 35 escolas no Complexo da Maré em função da operação policial. A SME informou que o atendimento aos alunos está acontecendo de forma remota e que trata como prioridade a segurança de toda a comunidade escolar.

A SME informou que no Complexo da Pedreira, quatro unidades em atendimento remoto e seis no Morro da Serrinha. As unidades escolares do Dendê, Pavão-Pavãozinho e Cantagalo estão com atendimento normal.

“É importante lembrar que a Secretaria Municipal de Educação, em parceria com o Comitê Internacional da Cruz Vermelha, instituiu o Programa Acesso Mais Seguro em unidades localizadas em áreas de conflito. O programa tem como objetivo mitigar riscos por meio de protocolos que são aplicados por professores, alunos e toda a comunidade escolar em situações de risco. Sempre que há uma situação de risco o protocolo é acionado”, informa a nota da SME.

A Secretaria da Saúde informou que na região do Cantagalo e Pavão-Pavãozinho, todas as unidades de saúde estão funcionando normalmente. Na Pedreira, todas as unidades de saúde também estão funcionando normalmente. Na região do Dendê, a Clínica da Família Maria Sebastiana de Oliveira, mantém o atendimento à população, mas sem as atividades externas realizadas no território. No Complexo da Maré, a Clínica da Família Jeremias Moraes da Silva acionou o protocolo de acesso mais seguro e interrompeu o funcionamento. Por fim, na Serrinha, a Clínica da Família Mestre Molequinho do Império interrompeu o funcionamento nesta terça-feira (28).

A plataforma Fogo Cruzado registrou tiros nas comunidades Nova Holanda, no Complexo da Maré e na Serrinha, por volta das 6h.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]