Amigos e familiares realizam “vaquinha” para concretizar sonho de ambulante que faleceu por Covid-19; Saiba como ajudar

Morador do Alemão, Zaquel Nunes da Silva trabalhava para comprar uma casa para a família

Amigos e familiares realizam “vaquinha” para concretizar sonho de ambulante que faleceu por Covid-19; Saiba como ajudar

Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação

Na antiga rotina de Zaquel Nunes da Silva, ambulante de 39 anos que faleceu vítima de coronavírus em 1º de abril, a luta para oferecer um futuro digno para a sua família era um objetivo que o inspirava a enfrentar todas as adversidades da vida diariamente. Seja no calor, no frio, no sol ou na chuva, o morador do Complexo do Alemão, Zona Norte do Rio, depositava toda a sua energia em busca de condições financeiras que possibilitariam o sonho de comprar uma casa nova para os seus familiares.

Agora, com o seu falecimento, voluntários que atuavam com ele no compromisso social na Igreja Evangélica Assembleia de Deus na Itaóca, no Alemão, e seus familiares realizam uma “vaquinha” em busca da concretização do sonho de Zaquel, que convivia com sua esposa e os seus três filhos, sendo que um deles possui deficiência motora e dependia da força do pai para locomover-se dentro da residência. A meta estabelecida pelo financiamento coletivo é de 100 mil reais e não possui uma data prevista para o fim da campanha.

“A ideia surgiu a partir de uma irmã da igreja. Ela se prontificou em fazer e depois me comunicou. Eu fiquei muito feliz pela iniciativa dela, pois todos sabiam o quanto meu esposo batalhava para nos tirar do morro. O nosso filho é cadeirante e dependia da força do meu marido para ser levado no colo para descer e subir as escadas de nossa casa, que é alugada”, comenta Gilvania Tavais Nunes da Silva, de 36 anos e esposa de Zaquel.

Para contribuir no financiamento coletivo da família de Zaquel, basta acessar o site Vakinha e ajudar com o valor que você desejar.