Amor aos ringues e pelo Complexo do Alemão; Conheça a história do Mestre Henrique Silva

São 22 anos atuando na comunidade e usando o kickboxing como ferramenta de transformação social para muitas crianças e jovens

Amor aos ringues e pelo Complexo do Alemão; Conheça a história do Mestre Henrique Silva

Foto: Acervo Pessoal

O esporte é uma importante ferramenta de transformação social para muitas crianças e jovens de favelas. Os projetos sociais que usam o esporte como meio de mudar positivamente a vida dos moradores, em sua maioria, contam com as suas próprias forças. Assim se mantém em pé e na luta por um futuro melhor para a juventude.

Um destes moradores é Jonildo Henrique Silva, ou apenas o Mestre Henrique, como é conhecido, de 49 anos. Desde 1999, atua na comunidade do Complexo do Alemão ensinando de forma gratuita kickboxing para moradores.

Henrique já atuou em diversas localidades do Complexo do Alemão, como, por exemplo, Fazendinha, Nova Brasília e Adeus, devido à falta de recursos para custear uma sede. Contudo, embora com essas mudanças de localidade, ele conseguiu utilizar de maneira positiva. Pois, onde o projeto passava, conquistava inúmeros alunos. Em 2007, quando as aulas se realizavam na antiga fábrica da Tuffy, a equipe de luta HS Team chegou a ter 180 alunos ativos.

Mestre Henrique Silva com seus alunos
Foto: Acervo pessoal

Em meio a esse percurso, Henrique foi plantando sementes positivas de como o esporte pode mudar histórias. Pois, alunos que passavam pelo projeto aos poucos viam que era possível vencer nos ringues e na vida também. “Me sinto vitorioso pelo tempo que tenho meus projetos. Me sinto grato pelos faixas pretas que formei e cidadãos de bem. Fiz minha parte perante a sociedade por tirar e afastar jovens dos vícios de drogas e do tráfico, através do esporte. Mostrei para eles que existe uma nova visão de futuro”, Relatou o mestre.

Sementes plantadas

Márcio Couto mora no Complexo do Alemão. Aos 10 anos, chegou no projeto. Atualmente, 27 anos depois, Márcio é professor e faixa preta de kickboxing. Isso se deu graças a oportunidade que teve quando criança de praticar o esporte, de forma gratuita, na própria comunidade.

Márcio Couto e o seu professor Henrique Silva. Hoje Márcio comanda sua própria equipe de kickboxing
Foto: Acervo pessoal

“Foi fundamental no que me tornei hoje e no que faço pelos jovens da região. Hoje tenho o reconhecimento nacional e internacional pelo meu trabalho, que teve início no projeto quando eu tinha 10 anos de idade. Somos sementes que foram plantadas e hoje plantamos outras sementes para que continuem esse processo mais pra frente”, Falou Márcio.

Projetos para 2021

Hoje, o mestre Henrique Silva comanda seus treinos na Vila Olímpica Jorginho da SOS. Para o restante do ano de 2021, planeja buscar a doação de um espaço fixo dentro ou fora do Complexo do Alemão, a fim de continuar com o trabalho e manter as crianças e jovens no esporte. Conheça o projeto acessando o Facebook do HS Team.