Benedita da Silva (PT) lança proposta de Moeda Social Carioca no Morro do Borel

O programa Moeda Social Carioca tem o objetivo de melhorar a vida dos moradores das comunidades, é inspirado no renda básica de Maricá e está no plano de governo de Benedita da Silva.

Benedita da Silva (PT) lança proposta de Moeda Social Carioca no Morro do Borel

A candidata à prefeitura do Rio de Janeiro Benedita da Silva (PT) esteve nessa segunda-feira (26) no Instituto de Cidadania Unidos da Tijuca, no Borel, para o lançamento da proposta de campanha Moeda Social Carioca, com a participação do prefeito de Maricá Fabiano Horta, candidatos a vereador, moradores e lideranças locais.

O programa Moeda Social Carioca tem o objetivo de melhorar a vida dos moradores das comunidades, é inspirado no renda básica de Maricá e está no plano de governo de Benedita da Silva.

Créditos: Vilma Ribeiro

O Moeda Social Carioca funcionaria como um gerador de renda e emprego nos locais em que for implantado da seguinte maneira: a prefeitura depositaria o valor de R$ 100,00 na conta de participantes do programa através do Banco Popular, que seria administrado por uma instituição contratada pela prefeitura. E para movimentar esse valor seria entregue um cartão carioca, que só poderia ser usado em estabelecimentos locais e credenciados. Esse valor não poderia ser sacado, apenas usado no comércio local participante do programa.

Créditos: Vilma Ribeiro

Além disso, o Moeda Social Carioca contemplaria os 250 mil beneficiários do programa Bolsa Família. O valor total seria de R$ 25 milhões por mês, sendo esse recurso seria oriundo da revisão de contratos, cobranças de dívidas, cortes de custeios e cargos de confiança, e combate à sonegação de impostos.