Centro Social Comunitário Favela em Desenvolvimento inicia projeto de educação popular

As inscrições já estão abertas e vão até o dia 28 de Julho. Professores e alunos de qualquer favela do Rio podem participar

Foto: Reprodução/ Favela em Desenvolvimento

Centro Social Comunitário Favela em Desenvolvimento, no Alto da Boa Vista, Zona Norte do Rio, lançou nesta semana um projeto de educação popular, que inclui pré-vestibular, pré-Encceja, aulas de reforço escolar e oficinas profissionalizantes. As inscrições estão abertas para alunos e professores. 

Desde a sua criação em 2017, o Favela em Desenvolvimento atua na comunidade do Mata Machado, Tijuaçu, Agrícola, entre outras favelas da Grande Tijuca, que sempre foram muito esquecidas pela sociedade. Além de toda a mobilização no trabalho de assistência social aos moradores de favela com doações de cestas básicas, e outras ações sociais, a ONG agora visa dar oportunidades para moradores de favela ou de baixa renda, através do estudo. Os alunos que queiram terminar o Ensino Médio pelo Encceja, prestar vestibular para o Enem, UERJ, entre outros, estão convocados para se inscrever neste novo projeto de educação.

Foto: Reprodução/ Favela em Desenvolvimento

Coordenador geral do projeto, o comunicador Rennan Leta falou sobre a importância da iniciativa de educação popular para os moradores de comunidades. “A pandemia aumentou o déficit de aprendizagem e os alunos de escolas públicas, que já largaram atrás na hora do vestibular, agora correm mais risco ainda de não conseguirem ingressar na universidade. Com esse projeto de educação popular, construído junto ao DCE da UERJ, a gente quer mudar esse cenário. Assim como fazem o Unifavela e o NICA Jacarezinho. É pra colocar cada vez mais moradores nas universidades”, explicou Rennan.

Foto: Reprodução/ Favela em Desenvolvimento

Professores interessados em somar com a iniciativa também são convidados a estarem participando do projeto. Para isso, basta buscar informações através do e-mail do Favela em Desenvolvimento [email protected] ou das suas redes sociais, Facebook, Twitter ou Instagram.

As inscrições podem ser feitas através do formulário online e vão até o dia 28 de julho. As aulas estão previstas para começar logo em seguida, em agosto, na sede da ONG, que fica na Estrada das Furnas, número 1112. Vale mencionar que o formado das aulas vai ser online. Tanto professores quanto alunos de qualquer favela do Rio são bem-vindos.